Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Teste do Qatar termina com Stoner no topo

Teste do Qatar termina com Stoner no topo

O piloto da Repsol Honda levou a melhor sobre o companheiro de equipa para encabeçar a tabela de tempos no último Teste de pré-época de 2011 e que deu por encerrados os preparativos da categoria rainha na pista onde o Campeonato arranca esta semana.

Casey Stoner deu a machadada psicológica final ao terminar o último Teste de pré-época no Qatar com o melhor tempo. A menos de uma semana de arranque do Campeonato do Mundo de MotoGP de 2011 o australiano rodou em 1m55,681s, terminando com 0,064s de margem sobre o companheiro de equipa Dani Pedrosa, que foi o outro único piloto a rodar abaixo do segundo 56.

A dupla, que passou as cinco horas da sessão de trabalho a finalizar as afinações para o Commercialbank Grand Prix of Qatar que tem lugar de quinta-feira a domingo próximos, ficou bem à frente do resto do pelotão, com Ben Spies, da Factory Yamaha Racing, a 0,549s de Pedrosa, isto enquanto o americano procurou melhorar a aderência da M1.

A sessão começou sob condições difíceis dado o forte vento que levou areia para a pista, mas após lento início os pilotos começaram a adaptar-se e a apresentar tempos competitivos.

Marco Simoncelli (San Carlo Honda Gresini) terminou o teste com 1m56,433s, enquanto Andrea Dovizioso (Repsol Honda) a apenas seis milésimos de segundo, fazendo com que fossem quatro as RC212V entre os cinco primeiros. O italiano parece também ter encontrado o caminho certo no que toca ao acerto da electrónica. Randy de Puniet, da Pramac Racing, foi o último piloto a rodar a um segundo da marca de Stoner graças a um esforço tardio de 1m56,445s, o que fez dele o piloto mais rápido da Ducati na última noite de trabalho.

O Campeão do Mundo Jorge Lorenzo passou a segunda-feira em busca de melhor aceleração em mudanças baixas, focando-se ainda na electrónica e braço oscilante da M1. Contudo, o espanhol terminou a 1,026s de Stoner e em sétimo. Muito próximo ficou outra M1, a de Colin Edwards (Monster Yamaha Tech 3), com Nicky Hayden, da Ducati Team, e Hiroshi Aoyama, da San Carlo Honda Gresini, a completarem o Top 10 a quatro centésimos de Lorenzo.

Héctor Barberá (Mapfre Aspar) e Álvaro Bautista (Rizla Suzuki) foram os nomes que se seguiram, ambos a sofrerem quedas ao longo da sessão, com Valentino Rossi (Ducati Team) em 13º. O italiano também sofreu queda, na Curva 7, e terminou a noite a 1,307s da frente, colocando assim ponto final na pré-época de forma algo frustrante. O seu companheiro de equipa Hayden foi um dos pilotos que também caiu já na última hora de trabalho.

Loris Capirossi, da Pramac Desmosedici, sofreu o mesmo azar e terminou a 1,7s de Stoner, com o estreante Cal Crutchlow a lesionar-se num dedo em consequência de queda com a Monster Yamaha Tech 3 na Curva 10. O britânico só conseguiu completar 28 voltas, terminando a 2,049s do melhor tempo.

Karel Abraham (Cardion AB Motoracing) e Toni Elías (LCR Honda) completaram a tabela de tempos, a mesma que pode ver carregando aqui. Ambos sofreram quedas no final do teste.

Tags:
MotoGP, 2011

Outras actualizações que o podem interessar ›