Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Lorenzo e Spies ansiosos por correr em Portugal

Lorenzo e Spies ansiosos por correr em Portugal

A dupla da Yamaha Factory Racing está desejosa por voltar ao trabalho no Estoril neste fim-de-semana depois de paragem prolongada após a última ronda em Jerez.

O Campeão do Mundo de MotoGP e actual líder do da classificação Jorge Lorenzo vai para o Estoril este fim-de-semana com o intuito de aumentar o excelente recorde que tem na pista portuguesa na categoria rainha, local onde venceu desde a pole nas últimas três épocas. O espanhol também vai tentar dilatar mais a margem na frente da classificação depois de ter levado de vencida a corrida de Jerez.

O companheiro de equipa na Yamaha Factory Racing Ben Spies regressa após visita a casa para levar a cabo a sua primeira corrida de MotoGP no Estoril. Uma queda na volta de aquecimento no ano passado fez com que o texano não participasse na prova e agora vem para a 3ª Jornada determinado a compensar a queda que sofreu na última ronda em Jerez, onde estava a caminho do pódio no molhado.

A dupla vai também ficar na pista para o Teste Oficial de MotoGP que tem lugar após o GP, na segunda-feira.

Jorge Lorenzo:
"Esta semana vamos estar em Portugal, um país onde tive bons momentos no passado! Consegui a minha primeira vitória de MotoGP no Estoril, em 2008, e que repeti nas duas últimas épocas. A pista converteu-se num talismã para mim e é um local onde o astronauta regressa sempre. Treinámos durante um mês e espero que isto nos permita estar preparados para uma boa corrida. Estamos na frente da classificação, mas ainda é muito cedo, estamos apenas no início. Esta semana também será importante porque temos teste na segunda-feira e vamos certamente ter a oportunidade de verificar muitas coisas para o futuro.”

Ben Spies:
“Apesar de ter gostado da oportunidade de rumar a casa para descansar um pouco no Texas, esta paragem foi mesmo muito longa para mim. A equipa trabalhou arduamente durante o fim-de-semana em Jerez e tinha uma afinação competitiva para a corrida, o que fez com que pudesse lutar pelo pódio. Infelizmente tal acabou por não acontecer. Gostei mesmo da primeira sessão de treinos aqui, no ano passado, e fiquei frustrado por não ter participado na corrida; estou desejoso por começar a trabalhar na sexta-feira de manhã e ver o que podemos fazer.”

Tags:
MotoGP, 2011, bwin GRANDE PREMIO DE PORTUGAL, Ben Spies, Jorge Lorenzo, Yamaha Factory Racing

Outras actualizações que o podem interessar ›