Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Simoncelli lidera Top 3 da Honda em FP1

Simoncelli lidera Top 3 da Honda em FP1

Marco Simoncelli, da San Carlo Honda Gresini, começou o bwin Grande Prémio de Portugal com o pé direito ao assinar o melhor tempo na primeira sessão de treinos livres no Estoril. Os pilotos da Repsol Honda, Casey Stoner e Dani Pedrosa foram os segundo e terceiro mais lestos.

O italiano conseguiu ser o mais rápido depois de ter ficado desolado após a sua queda no Grande Prémio de Espanha, quando liderava a corrida. O piloto de 24 anos, conseguiu rodar em 1’38:032 , garantindo uma vantagem de 0.209s sobre o australiano, já nos momentos finais da sessão.

Numa pista algo ondulada, as previsões de tempo apontavam para alguma instabilidade, mas a primeira sessão de treinos foi disputada com a pista seca, apesar de muitas nuvens pairarem sobre a pista portuguesa. Depois de um intervalo de cerca de três semanas, muitos foram os pilotos que regressaram ás provas, depois de submetidos a tratamentos e operações, por causa de problemas físicos sofridos anteriormente.

Stoner teve um problema com a fixação de um cabo na sua Honda, passando bastante tempo nas boxes para o resolver. O piloto de 25 anos, conseguiu ainda assim colocar-se entre os mais rápidos a poucos minutes do final da sessão, apesar de não conseguir bater o seu colega da Honda. Depois de uma cirurgia ao ombro, de referira boa recuperação e Pedrosa, que completou 19 voltas ao Circuito Estoril e garantiu o terceiro tempo absoluto, apenas a 0.227s do melhor tempo realizado por Simoncelli.

Ainda com a sua recente vitória na memória, Jorge Lorenzo (Yamaha Factory Racing) foi o quarto mais lesto, depois de liderar a sessão logo no início. O Campeão do Mundo em título, foi apenas 0.381s mais lento que Simoncelli, numa pista em que venceu nas passadas três épocas.

Valentino Rossi (Ducati Team) foi o melhor das Ducati, á frente do seu compatriota Andrea Dovizioso (Repsol Honda). Este duo italiano foi 0,.537s e 0.749s mais lento que o melhor tempo alcançado.

Depois de ter abandonado na derradeira volta de Jerez, quando ocupava uma das posições do pódio Colin Edwards (Monster Yamaha Tech 3) garantiu a sétima marca absoluta, á frente de Ben Spies (Yamaha Factory Racing). O texano fez ainda uma excursão pela gravilha na sua 6ª volta, mas conseguiu continuar após ter reparado a moto.

O Top 10 fica complete com as Ducati de Héctor Barberá (Mapfre Aspar Team) e Randy de Puniet (Pramac Racing). A diferença máxima entre os dez primeiros foi de 1.749s .

Nicky Hayden que garantiu o primeiro pódio para a equipa Ducati em 2011, na corrida de Jerez, sofreu vários problemas mecãnicos, tendo mesmo que regressar ás boxes pelo seu próprio pé. Com a moto de substituição, não foi além do 14º tempo.

Tags:
MotoGP, 2011, bwin GRANDE PREMIO DE PORTUGAL, FP1

Outras actualizações que o podem interessar ›