Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Takahashi garante a melhor marca na primeira de treinos livres de Moto2 no Estoril

Takahashi garante a melhor marca na primeira de treinos livres de Moto2 no Estoril

O piloto da Gresini Racing, Yuki Takahashi, foi o mais rápido na primeira sessão de treinos do bwin Grande Prémio de Portugal. O segundo mais rápido foi Thomas Lüthi (Interwetten Paddock Moto2) á frente de Marc Márquez (Team CatalunyaCaixa Repsol).

Depois de uma semana algo complicada para o piloto da Moriwaki, que passou pela infelicidade de perdeu um irmão, o piloto japonês, bateu o seu opositor pela margem mínima de 0.011s, realizando o tempo de 1’42:402

O Moto2 regressou á acção depois de três semanas de interrupção forçada pelo adiamento do Motegi GP e esta sessão foi muito competitiva. Os 32 pilotos inscritos, ficaram separados por apenas 1.851s. A chuva prevista, acabou por não aparecer, pelo que a sessão decorreu sobre pista seca, apesar da muita humidade no ar.

Luthi depois de terminar na segunda posição em Jerez, foi batido por Takahashi no final da sessão, mas conseguiu um tempo que o manteve á frente de Márquez. O actual Campeão de 125cc, ainda á espera de terminar a sua primeira corrida de Moto2, depois de duas quedas, conseguiu igualmente uma boa marca, colocando-se apenas a 0.053s do piloto da equipa Gresini.

Scott Redding (Marc VDS Racing) depois da sua decepcionante 23posição em Jerez, conseguiu estar na frente da sessão durante muito tempo, mas acabaria por ser relegado para a segunda linha provisória, terminando com a quarta melhor marca. O Rookie Michele Pirro (Gresini Racing Moto2) continua a sua caminhada prometedora, garantindo o quinto tempo, a 0.304s de Takahashi.

Mika Kallio completou a boa prestação das duas máquinas da Marc VDS Racing, que se coloacaram nos seis melhores lugares, á frente da Tech 3 de Bradley Smith. O ingles terminara quarto em Espanha e tem para já o sexto posto assegurado nesta terceira prova da sua época de estreia no Moto2.

As restantes posições do top ten foram ocupadas por Stefan Bradl (Viessmann Kiefer Racing), que é segundo actualmente no campeonato, mais lento 0.519s do que a melhor marca. Andrea Iannone (Speed Master) – líder do campeonato – foi nono, á frente de Alex Angelis (JiR Moto2).

~ 


Ocorreram alguns incidents nesta sessão, como os de Kev Coghlan (Team Aeroport de Castelló), que foi oitavo em Jerez. O escocês caíu na 6ª curva, já na Terceira parte da sessão e ficou apeado pois a moto ficou presa na grelha com o motor parado. O piloto da Wilcard, Steven Odendaal (MS Racing), Max Neukirchner (MZ Racing) e Valentin Debise (Speed Up) sofreram igualment quedas, na primeira parte da sessão.

 

Tags:
Moto2, 2011, bwin GRANDE PREMIO DE PORTUGAL, FP1

Outras actualizações que o podem interessar ›