Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Terol marca ritmo nos livres de 125cc

Terol marca ritmo nos livres de 125cc

Nicolas Terol, da Bankia Aspar deu continuidade ao bom momento de forma das duas primeiras jornadas ao iniciar o bwin Grande Prémio de Portugal com o melhor tempo da primeira sessão de treinos livres. Johann Zarco (Ajo Motorsport) foi segundo, com Héctor Faubel (Bankia Aspar) em terceiro. Miguel Oliveira (Andalucía Banca Cívica) foi oitavo.

O actual líder do campeonato de 125 cc, fez a sua melhor volta em 1’47.746, garantindo uma vantagem de 1.058s sobre o francês, que foi segundo. O espanhol, esteve na frente da classificação durante quase toda a sessão, colocando-se assim desde logo como favorito para a terceira vitória consecutiva da presente época

Após uma paragem de cerca de três semanas, resultante do adiamento do Grande Prémio do Japão, a acção voltou ao Estoril, decorrendo a primeira sessão de treinos sob condições de tempo seco, apesar de muitas nuvens pairarem sobre a pista portuguesa..

Depois de ter conseguido o seu primeiro pódio em 125 cc na corrida de Jerez, Zarco foi o piloto que mais se aproximou de Terol, colocando-se logo a seguir ao piloto da Bankia Aspar, nesta sessão. Héctor Faubel, que terminara em nono na última corrida, quer lutar pela vitória e colocou-se na Terceira posição provisória, a 1.163s da melhor marca realizada pelo seu compatriota./p>

Sandro Cortese (Intact-Racing Team Germany) actualmente em terceiro no campeonato, foi o quarto mais rápido, com mais 1.211s, seguido por Efrén Vázquez (Ajo Motorsport) que foi quinto em Espanha, este á frente de Jonas Folger (Red Bull Ajo Motorsport) que nesta altura é segundo no campeonato, depois de conquistar a segunda posição em Jerez.

Alberto Moncayo (Team Andalucía Banca Cívica) foi o sétimom mais rápido, a 2.251s da pole provisória, á frente de Miguel Oliveira (Team Andalucía Banca Cívica) que vai realizar “em casa” a sua terceira corrida da época em que se estreia nesta competição.

Miguel Oliveira (Andalucia Banca Civica), conseguiu andar inicialmente perto de Nicolas Terol e Johan Zarco e quando faltavam cerca de 30 minutos para terminar a sessão, passou mesmo pelo comando provisório do treino, quando baixou para o segundo “50”. Daí para a frente, o piloto português preferiu passar algum tempo mais nas boxes, tentando modificar o “set up” da sua moto, experimentando outras soluções e acabou por não melhorar, terminando esta primeira sessão de treinos no oitavo lugar.

Para completar o “top ten” de referir ainda os tempos efectuados por Sergio Gadea (Blusens by Paris Hilton Racing) e Luis Salom (RW Racing GP). Entre os dez primeiros há uma diferença máxima de 2.739s o que significa que grande parte dos pilotos ainda procura o melhor “set up” para as suas motos, tentando preparar-se as sessões de qualificação que se disputam amanhã.

Tags:
125cc, 2011, bwin GRANDE PREMIO DE PORTUGAL, FP1

Outras actualizações que o podem interessar ›