Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Capirossi foi o melhor no ultimo treino livre sobre pista húmida

Capirossi foi o melhor no ultimo treino livre sobre pista húmida

O piloto da Pramac Racing Loris Capirossi, foi o mais rápido na terceira sessão de treinos livres do bwin Grande Prémio de Portugal. O italiano bateu Jorge Lorenzo (Yamaha Factory Racing) e Nicky Hayden (Ducati Team).

O italiano conseguiu realizar o melhor tempo já quase no final da sessão, antes da qualificação desta tarde. O seu tempo de 1’44:515 foi meio Segundo mais rápido do que o actual líder do Campeonato, Jorge Lorenzo. Capirossi já conseguiu dois lugares no pódio do Estoril, nos anos de 2001 e 2003.

Depois da chuva de ontem, os pilotos do MotoGP encontraram a pista do Estoril algo húmida, pelo que, os tempos efectuados são em media seis segundos mais lentos do que, os realizados pelos melhores, nas duas sessões de sexta-feira. Foi um treino calmo em que os pilotos começaram por utilizar pneus de chuva, mas já no final, a maior parte optou pelos slick.

O actual Campeão do Mundo Jorge Lorenzo foi Segundo com mais 0.564s, ele que tinha conseguido colocar-se entre os três primeiros nas sessões anteriores. O espanhol bateu Hayden por 1.440s, que nos treinos realizados teve actuações diferentes e algo inconstantes. Recorde-se que o Americano quase perdeu no Estoril em 2006, o seu título mundial, depois de ter sido “abalroado” pelo seu companheiro de equipa Dani Pedrosa.

O segundo colocado entre as Ducati, Valentino Rossi, já possuidor de dez pódios no Estoril, ficou em quarto (+1.966s), mesmo á frente do seu principal rival Casey Stoner. O Australiano fez mais 3.161s do que Capirossi e foi o melhor da equipa Repsol Honda, garantindo o quinto posto, á frente de Andrea Dovizioso e Dani Pedrosa em sexto e sétimo respectivamente.

Depois de alguns problemas nas provas anteriores, Toni Elías (LCR Honda) conseguiu a oitava melhor marca. O Circuito Estoril é de boas memórias para o espanhol, pois foi aqui que ganhou em 2006, depois de uma grande batalha com Valentino Rossi. Marco Simoncelli (San Carlo Honda Gresini Team) que tinha dominado as sessões anteriores foi nono á frente do segundo piloto da Pramac Racing, Randy de Puniet.

Álvaro Bautista (Rizla Suzuki) foi o único que não saiu para a pista para tentar um tempo, preferindo tentar recuperar-se melhor depois da queda que lhe provocou a fractura do fémur na primeira corrida do ano.

Tags:
MotoGP, 2011, bwin GRANDE PREMIO DE PORTUGAL, FP3

Outras actualizações que o podem interessar ›