Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Lorenzo satisfeito com os pontos conquistados, Sipes decepcionado

Lorenzo satisfeito com os pontos conquistados, Sipes decepcionado

O piloto da Yamaha Factory Racing, continuou a sua “carreira” de corridas terminadas no pódio, com o segundo lugar conquistado no bwin Grande Prémio de Portugal. Ben Spies não conseguiu terminar a corrida pois foi deixada inadvertidamente uma ferramenta na sua moto, que o colocou for a dos dez primeiros sem pontos.

Depois de ter conseguido a sua quarta pole position consecutiva, na qualificação de ontem, o Campeão do Mundo em título, manteve o comando até três voltas do final. Lorenzo perdeu o comando á entrada da 26 volta, até perder essa posição para Dani Pedrosa (Repsol Honda) cortando por isso a linha de chegada na segunda posição. O espanhol mantém a liderança do Mundial de Pilotos, com quarto pontos de vantagem precisamente sobre Pedrosa.

   


O seu companheiro de equipa Ben Spies, não conseguiu terminar de novo um Grande Prémio na pista do Estoril. Uma ferramenta utilizada para bloquear a válvula de combustível foi deixada inadvertidamente na sua moto, comprometendo as perfomances do texano. Colocada muito perto do comando do travão, fazia com que fosse difícil travarv de forma efectiva ao mesmo tempo que o desconcentrava, pelo que parou a 15 voltas do final da corrida após uma saída e uma queda.

Jorge Lorenzo, Yamaha Factory Racing

“Fiz uma boa partida e fiquei satisfeito por isso e por ter conseguido manter o comando durante quase toda a prova. Ataquei ao máximo para tentar afastar-me do Pedrosa, mas não foi possível, pois ele foi igualmente forte e consistente, guardando-se para a o final e garantindo estar suficientemente forte para tentar ultrapassar. O segundo lugar acaba por ser um bom resultado, pois assim consigo bastantes pontos em todas as três corridas até agora disputadas. Acho que estamos no bom caminho para poder discutir o Campeonato, pelo que quero agradecer á minha equipa todo o trabalho efectuado este fim de semana no Estoril.”

Ben Spies, Yamaha Factory Racing

“Estou muito desapontado com tudo o que se passou. Depois de tanto trabalho por parte dos mecânicos durante o fim de semana, comecei a corrida cheio de confiança e determinação. Infelizmente estas coisas acontecem e quando decidi desistir já tinha perdido toda a minha concentração e para dizer a verdade estava bastante assustado com os problemas para travar a moto. Tive depois uma saída e decidi parar. Depois de não ter pontuado em Jerez, estou algo desanimado, mas vou tentar estar no meu máximo em Le Mans.”

Tags:
MotoGP, 2011, bwin GRANDE PREMIO DE PORTUGAL, Ben Spies, Jorge Lorenzo, Yamaha Factory Racing

Outras actualizações que o podem interessar ›