Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Suter testa máquina de MotoGP no Estoril

Suter testa máquina de MotoGP no Estoril

O fabricante suíço de chassis está a testar o protótipo que pretende usar no MotoGP em 2012. O ensaio está a decorrer no Circuito do Estoril.

O fabricante suíço de chassis, a Suter, terminou dois dias de testes com a máquina de MotoGP de 2012 no Circuito do Estoril nesta quarta-feira, tudo com o intuito de dar continuidade aos preparativos para a participação na próxima época do Campeonato do Mundo.

A trabalhar em conjunto com os parceiros de desenvolvimento Marc VDS Racing Team, os suíços apresentam uma máquina, com motor BMW, desenhada para tirar partido dos novos Regulamentos Técnicos que entram em vigor em 2012 e que permite uma capacidade máxima de 1.000cc.

Tirando partido das condições de sol no Estoril, a equipa fez rolar uma versão avançada do protótipo com uma versão mais potente do motor BMW S1000RR, pacote electrónico totalmente revisto e com travões de carbono. A máquina em desenvolvimento, que foi testada em Novembro e Fevereiro, foi usada pelos pilotos de testes Damian Cudlin e Carmelo Morales.

Morales, actualmente a competir na Moto2 do CEV Buckler, notou grandes melhorias na máquina, incluindo bem sucedida adaptação aos pneus Bridgestone que foram usados no protótipo pela primeira vez. O fabricante nipónico, fornecedor oficial de borrachas à classe de MotoGP, trabalhou de perto com a equipa e com a Suter ao longo do dia.

O australiano Cudlin afirmou no final de quarta-feira: “Foi preciso algum tempo para me ajustar às mudanças da moto, principalmente aos pneus Bridgestone, discos de carbono e novo pacote electrónico, mas penso que conseguimos trabalhar bem ao longo de todo o programa no Estoril.”

“A moto melhorou claramente desde o teste de Jerez, no final do ano passado, mas ainda há muito trabalho a fazer. Colocar o pacote de electrónica a funcionar como deve ser será muito importante para a moto ser competitiva e foi nisto que nos concentrámos durante o segundo dia. Vimos alguns melhoramentos e recolhemos muitos dados, mas é claro que precisamos de mais tempo em pista para termos tudo como deve ser. De forma geral, foi um teste positivo e deixamos o Estoril com uma ideia muito clara da direcção que temos de seguir com o desenvolvimento da moto."

Tags:
MotoGP, 2011, bwin GRANDE PREMIO DE PORTUGAL

Outras actualizações que o podem interessar ›