Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Início encorajador para Monster Yamaha Tech 3 Team em casa

Início encorajador para Monster Yamaha Tech 3 Team em casa

A Monster Yamaha Tech 3 teve encorajador início de trabalho na importante corrida em casa depois de Colin Edwards e Cal Crutchlow terem assinado tempos rápido e apresentado ritmo competitivo no primeiro dia de treinos no circuito de Le Mans, terminando em 7º e 12º.

O dia de hoje contou com glorioso sol, o que deu a Edwards e Crutchlow a oportunidade perfeita para se concentrarem na busca de mais melhorias no acerto que encontraram durante o bem sucedido teste do Estoril após o GP de Portugal. O americano conseguiu retirar quase um segundo ao tempo da manhã durante FP2 e ficou contente ao ver que a afinação encontrada no Estoril melhorou a aderência traseira. Edwards terminou com um tempo de 1m34,939s, a meio segundo dos três primeiros na tabela combinada de tempos.

A capacidade de rápida aprendizagem da pista de Crutchlow voltou a ser evidente hoje. O britânico foi o segundo melhor piloto Yamaha durante a manhã, adaptando desde logo muito bem às características de forte travagem e grande aceleração do lendário circuito Bugatti. Depois de ter sido nono durante a manhã Crutchlow parecia ter tudo para voltar aos dez primeiros durante a tarde, mas uma pequena queda nos últimos três minutos acabou por fazer que tal não fosse possível. Apesar de ter retirado mais de 0,6s à sua marca, o britânico teve de se contentar com o 12º posto.





Colin Edwards, Monster Yamaha Tech 3

“Sabia que tínhamos dado grande passo com as alterações efectuadas na moto durante o teste do Estoril e os treinos de hoje confirmaram isso. Fizemos pequenos acertos à afinação com terminámos o teste de Portugal, mas no final do dia a moto estava muito idêntica à que colocámos no camião há duas semanas. Sinto que tenho muito mais aderência traseira e a moto vai na direcção que quero. Isso só torna o meu estilo de pilotagem mais natural, algo de que sentia falta; tenho lutado com a moto para conseguir fazer alguma coisa. Hoje foi muito mais fácil fazer um bom tempo. Não importante em que pista estamos, se conseguirmos rodar sem lutar com a moto podemos apresentar bons tempos por volta. Estou mesmo contente, mas ainda podemos melhorar um pouco mais a moto. Gostava de ter a electrónica a ajudar-me à saída da curva em algumas das zonas mais apertadas. De forma geral foi um início muito positivo e isso é importante tendo em conta que é uma prova tão importante para a equipa e para a Monster.”





Cal Crutchlow, Monster Yamaha Tech 3

“Estou muito contente com a forma como correu o dia, tirando, é claro, aquela queda estúpida no final; um erro que cometi ao travar para a Curva 6. Exagerei um pouco nos travões e pronto. Apesar disso, fiquei apenas a um décimo do Colin e ele tem grande conjunto de resultados nesta pista. Na volta em que caí tinha feito os meus melhores parciais nos dois primeiros sectores e estava apenas a dois décimos da melhor volta nessa altura. Se perdesse mais dois décimos no outros dois sectores terminaria nos seis primeiros. Ficar em 12º não nos faz justiça de forma nenhuma e se conseguirmos continuar a progredir como hoje sei que amanhã ficarei nos dez primeiros. Apesar das pessoas me terem dito que Le Mans ia ser mais fácil de aprender que Jerez e o Estoril, creio que na verdade é mais difícil porque é muito complicado recuperar os décimos necessários para se ser rápido. Também não ajuda nada quando o Casey Stoner vai para a pista e começa logo a rodar no ritmo do recorde do traçado na primeira sessão! Podemos melhorar a moto para amanhã. Assim que acelerei alarguei a trajectória, pelo que tenho de falar com o meu pessoal e encontrar um plano para resolver isto amanhã. Este é um fim-de-semana muito importante para a equipa e para a Monster e hoje foi um início positivo, pelo que estou desejoso por domingo e por voltar a lutar pelos dez primeiros.”

Tags:
MotoGP, 2011, MONSTER ENERGY GRAND PRIX DE FRANCE, Colin Edwards, Cal Crutchlow, Monster Yamaha Tech 3

Outras actualizações que o podem interessar ›