Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Corsi no topo na terceira sessão de Moto2 em Le Mans

Corsi no topo na terceira sessão de Moto2 em Le Mans

A luta muito renhida durante a última sessão de livres do Monster Energy Grand Prix de France acabou por ver Simone Corsi (Ioda Racing Project) assinar o melhor tempo. Thomas Lüthi (Interwetten Paddock Moto2) foi segundo, com Stefan Bradl (Viessmann Kiefer Racing) em terceiro.

Foi o italiano Corsi que impediu Bradl de dominar as três sessões de treinos livres ao assinar uma volta de 1m38,888s. Corsi levou a melhor por escassa margem de 0,024s sobre Lüthi, isto depois do piloto da FTR ter melhorado o seu tempo em três décimos de segundo face a FP2.

 

Atrás, nas terceira posição ficou Bradl. O germânico ficou a 0,065s de Corsi numa sessão disputada sob céu nublado e temperaturas mais frescas, sendo que se prevê chuva para a qualificação desta tarde.

 

Scott Redding (Marc VDS Racing), que ainda não conseguiu nenhum Top 10 nas três presenças no GP de França, foi quarto a 0,260s da frente. Aleix Espargaró (Pons HP 40) foi o homem que se seguiu na tabela de tempos, isto depois depois espanhol ter chegado a liderar a sessão durante breves momentos. O sexto tempo ficou a cardo de Julián Simón (Mapfre Aspar).

 

Após início de fim-de-semana pouco notável com tempos fracos, o estreante Michele Pirro (Gresini Racing Moto2) voltou à lista dos dez primeiros com a sétima marca da manhã, à frente de Marc Márquez (Team CatalunyaCaixa Repsol). Bradley Smith (Tech 3) e Dominique Aegerter (Technomag-CIP) foram os nomes que fecharam o Top 10.

 

Os 19 mais rápidos da sessão ficaram separados por um segundo, enquanto a lista dos 34 primeiros se estendeu por um intervalo de apenas dois segundos.

 

A defender as cores nacionais, Jules Cluzel (Forward Racing) sofreu uma saída de pista no início da sessão quando perdeu a frente da Suter e foi ao chão. Ainda assim, o francês logrou continuar a sessão, tal como Mattia Pasini (Ioda Racing Project), que caiu na Curva 3, a meio da sessão. O turco Kenan Sofuoglu (Technomag-CIP) também fez uma visita à gravilha, mas conseguiu voltar à pista.

 

Kenny Noyes (Avintia-STX) sofreu queda na Curva 13 e danificou a moto, o que o impediu de completar a sessão.

Tags:
Moto2, 2011, MONSTER ENERGY GRAND PRIX DE FRANCE, FP3

Outras actualizações que o podem interessar ›