Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Terol volta a impor-se no último treino de Le Mans

Terol volta a impor-se no último treino de Le Mans

Nicolas Terol (Bankia Aspar) voltou a ser o mais rápido na terceira e última sessão de livres antes de qualificação para o Monster Energy Grand Prix de France. Johann Zarco (Avant-AirAsia-Ajo) foi segundo, separando os pilotos da Bankia Aspar e relegando Héctor Faubel para terceiro. O jovem Miguel Oliveira começou o dia com o 12º registo.

A terceira sessão de 45 minutos decorreu sob sol e sem incidentes. Com as temperaturas muito mais baixas que em FP2, apenas 14 pilotos conseguiram melhorar os tempos de ontem. A melhor volta de Terol, em 1m44,014s, foi pouco mais de um décimo de segundo mais lenta que a sua anterior melhor marca. O espanhol tem sido o mais forte ao longo de todo o fim-de-semana e vai agora tentar manter o domínio na qualificação antes de ir em busca da vitória no domingo, o que a acontecer fará dele o primeiro piloto desde Fausto Gresini (Garelli), em 1987, a vencer as quatro primeiras corridas da época.

 

Zarco foi um dos apenas dois pilotos Derbi a terminar no Top 10 após FP3 e ficou a pouco mais de meio segundo do tempo de Terol, mas foi o melhor classificado a melhorar o tempo de ontem. O gaulês vai tentar ser o primeiro piloto da casa a terminar no pódio das 125cc em Le Mans desde Mike de Meglio, em 2008.

 

Faubel foi o terceiro melhor em pista a 0,865s do topo e uma posição à frente do outro piloto da BanKia Aspar, Adrián Martín. Efrén Vázquez (Avant-AirAsia-Ajo) foi o segundo piloto Derbi entre os dez primeiros, a mais 1,176s da melhor marca.

 

Jonas Folger (Red Bull Ajo Motorsport), um dos três germânicos na classe, foi sexto, batendo Maverick Viñales (Blusens by Paris Hilton Racing Team) e Alberto Moncayo (Team Andalucía Banca Cívica). A lista dos dez primeiros contou ainda com Luis Salom (RW Racing GP) e Sergio Gadea (Blusens by Paris Hilton Racing Team), um dos que melhorou a marca face a ontem.

Já o português Miguel Oliveira (Team Andalucía Banca Cívica) mostrou alguma falta de à vontade com as temperaturas mais baixas e terminou a manhã em 12º, um furo atrás do que tinha logrado ontem.

Tags:
125cc, 2011, MONSTER ENERGY GRAND PRIX DE FRANCE, FP3

Outras actualizações que o podem interessar ›