Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Prontos para acção de Assen depois de conferência de imprensa

Prontos para acção de Assen depois de conferência de imprensa

Hiroshi Aoyama, Jorge Lorenzo, Casey Stoner, Nicky Hayden e Colin Edwards foram os pilotos de MotoGP presentes na conferência de imprensa oficial do Iveco TT Assen nesta quarta-feira.

O histórico circuito de Assen é palco da sétima jornada do Campeonato do Mundo de MotoGP de 2011 neste fim-de-semana e a habitual conferência de imprensa de pré-evento teve lugar nesta tarde de quarta-feira no traçado holandês.

Graças à quarta vitória da campanha (terceira consecutiva) na pretérita jornada em Silverstone Casey Stoner foi o primeiro a falar e o actual líder do Campeonato começou por abordar a sua excelente forma.

“A primeira parte da época foi um pouco aos altos e baixos, mas as últimas corridas foram impressionantes e tudo correu bem,” disse o piloto da Repsol Honda. “A última vitória em Silverstone foi claramente a mais apreciada porque foi muito difícil, com condições muito duras, pelo que terminar em primeiro e com a liderança do Campeonato foi perfeito para nós.”

Stoner, que terminou no pódio nas últimas quatro visitas a Assen, continuou: “Não esperamos apenas que a nossa boa forma continue, sabemos que temos de trabalhar arduamente. Tudo correu bem até ao momento, mas isso pode mudar em qualquer altura, pelo que temos de manter a concentração e ver o que podemos fazer no fim-de-semana. Tendo em conta o nosso recorde nesta pista penso que podemos esperar continuar na frente. Tivemos alguns bons sucessos e esperamos conseguir mais um pódio neste fim-de-semana.”

Jorge Lorenzo está desejoso por recuperar o terreno perdido após a primeira desistência da época em Silverstone, resultado que colocou ponto final em impressionante sequência de 25 corridas consecutivas entre os quatro primeiros e que o fez ceder a liderança da classificação para Stoner.

“Em Silverstone cometi um erro e não consegui terminar a corrida, foi uma longa sequência de resultados nos quatro primeiros, mas o recorde agora acabou e temos de olhar para o futuro,” disse o Campeão do Mundo e vencedor da corrida de Assen do ano passado. “Penso que agora temos menos pressão e podemos puxar um pouco mais. É claro que não quero cair, ou lesionar-me e perder a segunda posição. Tenho boas memórias desta pista de todas as categorias, pelo que é capaz de ser a minha pista preferida e é muito bom estar aqui. Temos de ser suaves nas curvas e penso que estarei muito confortável aqui.”

Lorenzo acredita que os passos dados nas últimas jornadas com a sua M1 da Factory Yamaha Racing continuem em Assen. “Ao longo das últimas corridas fizemos algumas alterações e melhorámos alguns décimos, pelo que estou mais confiante na moto. Vamos ver se aqui conseguimos chegar perto da frente mais depressa que nas pistas anteriores.”

Nicky Hayden, vencedor em Assen em 2006, também esteve presente e o piloto da Ducati Team vai rodar com chassis actualizado na sua Desmosedici neste fim-de-semana. “Sempre gostei desta pista, é especial, com muita história. Mesmo com as alterações dos últimos anos continuo a gostar dela. Quando a moto está a funcionar bem e estamos confiantes pode ser muito divertida.”

Sobre as actualizações da sua moto o americano disse: “Não tenho alterações muito grandes, tenho um chassis diferente neste fim-de-semana, um ‘step-2’ – um pouco mais suave na frente. Seria bom contar com bom tempo para isso, esperamos que isso nos ajude porque sabemos que temos de dar um grande passo para estar na frente e veremos o que isto nos oferece.”

No início de quarta-feira foi confirmado que Dani Pedrosa não vai alinhar neste fim-de-semana enquanto continua a recuperar da lesão, fazendo com que Hiroshi Aoyama, da San Carlo Honda Gresini, dê o salto para a Repsol Honda para substituir o espanhol.

“Gostaria de agradecer à HRC e à minha equipa San Carlo Honda Gresini por me deixarem rodar com a moto de fábrica, uma grande oportunidade para mim,” disse Aoyama. “Por outro lado, tenho pena do Dani porque isto significa que ele ainda está em casa e a sofrer com a lesão. Espero que recupere depressa.”

O nipónico falhou a corrida de Assen do ano passado, também devido a lesão, pelo que esta será a primeira vez que roda no traçado aos comandos de uma máquina da categoria rainha, isto apesar de ter sido o vencedor da prova no ano da conquista do ceptro das 205cc, em 2009.

“Comparando com o ano passado, penso que me sinto muito melhor com a moto e equipa e tenho conseguido ser rápido,” disse. “Ainda não estou satisfeito, mas é claro que estou melhor que no ano passado, e agora tenho a oportunidade de rodar com a moto e equipa de fábrica. Se conseguir tirar algo disto então estarei eu próprio a dar uma passo e ficarei contente com isso.”

Menos de duas semanas depois do impressionante regresso de uma fractura na clavícula com o pódio em Silverstone, Colin Edwards vai tentar obter mais sucesso numa pista onde já teve alguns altos e baixos no passado.

“A clavícula não me causou muitos problemas, mas em Silverstone não me conseguia mexer na moto por causa das costelas. Os músculos estão a trabalhar um pouco que há umas semanas e sinto-me em muito melhor condição que antes,” disse o americano que está a sentir os benefícios das melhorias na sua M1.

“Diria que foi o mais perto que tivemos dos tipos de fábrica em termos de chassis, motor e electrónica – temos um conjunto totalmente novo, enquanto no passado lutámos um pouco com coisas antigas. Estamos a testar algumas coisas novas e a Yamaha está a dar-nos material. Gosto de trabalhar e ver se consigo tirar alguma vantagem disto, ou daquilo e parece que estamos a andar em frente,” concluiu Edwards.

Tags:
MotoGP, 2011, IVECO TT ASSEN

Outras actualizações que o podem interessar ›