Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Puig confirma que Pedrosa poderá regressar em Mugello

Puig confirma que Pedrosa poderá regressar em Mugello

O manager do espanhol comenta o estado físico do piloto da HRC e explica os motivos que levaram a ausência a ser mais longa que o previsto.

Alberto Puig, manager de Dani Pedrosa, comenta o estado físico do catalão, que depois de ser operado à fractura na clavícula contraída em Le Mans teve de voltar à faca há uma semana: “O Dani voltou a ser operado para resolver o pequeno problema que tece depois da primeira intervenção. Está melhor, mais optimista porque tem menos. É claro que está cheio de vontade de voltar à moto, já está fora das pistas há algum tempo, mas tem de fazer as coisas passo a passo, sem pressas. Agora vai começar a fazer algum exercício e vai tentar estar presente em Mugello; é esse o objectivo traçado.”

A ausência de Dani Pedrosa da corrida de Barcelona despertou todo o tipo de suspeitas e comentários que Puig prefere não comentar: “Não podemos controlar os comentários, as pessoas podem decidir o que querem, o que posso dizer é o que aconteceu. Foi operado depois de França e depois, por causa das pressas para estar presente na Catalunha, forçou demasiado a recuperação, o osso moveu-se um pouco e teve de voltar a ser fixado, foi isso que fez e daí o atraso. Sem este problema creio que teria estado em Montmeló, ou em Inglaterra, mas é o que temos.”

Puig garante ainda que “Pedrosa não teve nenhum acidente de moto, nem de bicicleta, como dizem. As coisas são como são e por mais que se queira fazer de outra forma, nem sempre se pode. Sabemos que o Dani tem ossos muito frágeis e que é muito provável que tenha mais problemas que os outros quando cai. Ele vai tentar voltar quando sentir que é capaz, há quem faça tudo para voltar o quanto antes, mas o rendimento que dão não é aquele que o Dani gosta de dar. Agora o importante é tentar estar em Mugello e virar a página.”

Apesar das consequências em termos de Campeonato, Puig acredita que “a temporada não está perdida; nem estamos já a pensar em 2012. O importante é o Dani voltar a sentir-se confortável com a moto, que recupere o ritmo para que possa voltar a ganhar corridas na segunda metade do ano.”

Tags:
MotoGP, 2011, IVECO TT ASSEN, Dani Pedrosa

Outras actualizações que o podem interessar ›