Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Stoner na primeira linha depois de dia difícil para a Repsol Honda Team

Stoner na primeira linha depois de dia difícil para a Repsol Honda Team

Após o cancelamento de ontem de FP2 devido às condições da pista, a manhã de hoje ofereceu a primeira oportunidade dos pilotos da Repsol Honda rodarem com as suas RC212V no seco ao longo dos 90 minutos de trabalho.

Nos primeiros 15 minutos de treino os três pilotos da Repsol Honda sofreram quedas. Casey Stoner foi o primeiro a ir ao chão após violento incidente na Curva 9, mas felizmente o australiano saiu ileso do contratempo. Andrea Dovizioso também caiu na mesma volta e curva que Stoner, sendo cuspido da moto. Após visita ao centro médico o italiano recebeu luz verde para voltar ao trabalho e escapou com lesão num dedo do pé esquerdo e dores nas costas e pescoço. Poucos minutos depois foi a vez de Hiroshi Aoyama, que substitui o lesionado Dani Pedrosa, a ir ao chão na Curva 13. O nipónico também foi ao centro médico e ficou contente por sair do acidente sem lesões graves. Os três pilotos voltaram aos comandos das suas motos e passaram o resto da sessão a recuperar a confiança e a trabalhar na afinação para a qualificação.

Felizmente, o tempo manteve-se seco durante a qualificação da tarde e Casey Stoner garantiu posição na primeira linha da grelha para o Iveco TT Assen de amanhã. Andrea Dovizioso vai partir de quinto e Hiroshi Aoyama de 12º.

Casey Stoner:
"Hoje não foi o nosso melhor dia, depois da queda da manhã a confiança ficou algo afectada e não queríamos puxar muito. O único tempo de pista seca que tivemos foi hoje, o que significa que tivemos de fazer tudo num dia. Lutámos com o lado esquerdo do pneu, não o conseguimos colocar à temperatura, pelo que estou a perder muito tempo em todas as curvas para a esquerda. Também sentimos dificuldades para acertar a traseira da moto; temos algum trabalho para fazer durante a noite e no warm up, mas acreditamos que vamos encontrar algo e melhorar. A qualificação correu bem, estamos contentes com a primeira linha e não creio que seríamos capazes de igualar o tempo do Marco; é impressionante, ele tem estado muito rápido durante todo o fim-de-semana. Para ser franco estou um pouco desapontado com o nosso ritmo de corrida, temos de melhorar muito, vamos ter de ver o que conseguimos fazer amanhã.”

Andrea Dovizioso:
“Estou contente com o resultado final de hoje. Partir da segunda linha, a cinco décimos do mais rápido é positivo depois do incidente desta manhã. Caí à saída da Curva 9 na segunda volta porque havia uma zona molhada perto da linha branca e que não se consegue ver quando se entra na curva; o pneu traseiro ainda não estava à temperatura. Fui cuspido da moto e bati no chão com força, mas por sorte não tenho nenhum problema, tirando algumas dores nas costas e pescoço. Já há algum tempo que não tinha um acidente tão grande e fiquei muito contente com a protecção do fato e das botas. Esta manhã perdemos 45 minutos de treino, pelo que espero que o warm up amanhã seja no seco para fazer algumas pequenas alterações na afinação da moto. Estou confiante para a corrida, mas vai ser importante ter atenção nas primeiras voltas porque nestas condições temos dificuldade em aquecer os pneus.”

Hiroshi Aoyama:
"Não está a ser um fim-de-semana fácil. Ontem não tivemos muito tempo para trabalhar na moto por causa do cancelamento de FP2 e esta manhã sofri queda no início do treino. Vi o Casey e o Andrea voarem na esquerda e pensei logo que tinha de ter cuidado porque é muito difícil ter aderência nas esquerdas. Mas algumas curvas depois caí e não estava nada à espera. Foi à grande, a cerca de 190 km/h e caí de costas. Foi muito doloroso; recebi uma injecção na Clínica Móvel para fazer a qualificação, mas no final as dores eram quase as mesmas. Espero descansar um pouco esta noite e sentir-me melhor para a corrida de amanhã.”

Comunicado de imprensa Repsol Honda

Tags:
MotoGP, 2011, IVECO TT ASSEN, Hiroshi Aoyama, Andrea Dovizioso, Casey Stoner, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›