Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Pódios para Stoner e Dovizioso, Aoyama oitavo

Pódios para Stoner e Dovizioso, Aoyama oitavo

A Repsol Honda fechou o fim-de-semana com duplo pódio, o quinto da época em sete corridas já disputadas e, como sempre, nas difíceis condições climatéricas do traçado holandês.

Casey Stoner e Andrea Dovizioso terminaram em segunda e terceiro, respectivamente, depois de ambos terem caído nos livres de sexta-feira. Casey, dorido e com contusões do incidente de ontem, nunca se sentiu totalmente confortável com a afinação durante todo o fim-de-semana e ficou muito aliviado por somar mais um importante conjunto de pontos para o Campeonato. Andrea, também ainda dorido, teve problemas de pneus durante a corrida, o que afectou a sua capacidade de se manter com Casey, que acabou por construir vantagem entre os dois.

Hiroshi Aoyama, apesar de fortes dores nas costas depois de também ter caído na sessão de 90 minutos de sexta-feira de manhã, terminou num positivo oitavo posto naquela que foi a sua primeira experiência aos comandos da RC212V de fábrica.

Stoner, com seis pódios em sete corridas, dilatou a vantagem na frente do Campeonato do Mundo de MotoGP para 28 pontos sobre Jorge Lorenzo, enquanto Dovizioso confirmou a terceira posição da geral.

Após ter falhado os três últimos Grandes Prémios, Dani Pedrosa volta à acção em Mugello, no próximo fim-de-semana.

Casey Stoner:
"Gostávamos de ter lutado pela vitória, mas com a forma como nos correu o fim-de-semana estou muito contente com o pódio e pelos pontos somados. Ontem não estávamos contentes com a afinação da moto, pelo que hoje fizemos algumas alterações e tentámos obter mais sensações, mas infelizmente no warm up não tivemos a oportunidade de fazer alterações, o que nos obrigou a começar a corrida com uma afinação que não conhecíamos bem. Estou um pouco dorido depois da queda de ontem, a meio da corrida comecei a ter alguns problemas com as curvas para esquerda, no ombro, mas de forma geral sabia que não tinha como acompanhar o Ben. Fiz todos os possíveis para o apanhar, mas ele conseguiu sempre manter a vantagem e puxar mais. Ele está de parabéns, fez uma grande corrida, mas para nós os pontos de hoje foram importantes.”

Andrea Dovizioso:
“Estou mesmo contente com o pódio de hoje. É um bom resultado para o Campeonato e surge também depois de complicado fim-de-semana. As condições da pista estavam duras. Quando estávamos na grelha o tempo ainda estava imprevisível e a pista não estava totalmente seca, por isso optámos pela escolha de pneus segura, com um frontal macio. Esta escolha influenciou a corrida porque quando tentei acompanhar o Casey estava a perder a frente e não podia puxar mais. Esta é a minha única desilusão de hoje. Depois, ao cabo de 15 voltas, comecei a sentir uma vibração estranha na traseira. Foi muito irritante e não conseguia compreender o que era. Como tinha boa margem para o Valentino rodei com mais cautela para garantir o terceiro posto. Depois da corrida vimos que o pneu frontal tinha alguns problemas que a Bridgestone vai analisar. De todas as formas, é o segundo pódio consecutivo, terceiro até ao momento, o que mostra o importante momento em que estamos. Mais, com o resultado de hoje reduzimos a diferença para o Jorge e consolidámos o terceiro posto no Campeonato. Estou desejoso por Mugello na próxima semana, é uma pista fantástica e os espectadores são fenomenais.”

Hiroshi Aoyama:
"Antes de mais quero agradecer a toda a Repsol Honda Team e HRC e lamento o acidente de ontem! Foi um fim-de-semana duro devido às condições do tempo e situação, não foram as ideais para correr, mas não podemos fazer nada quanto a isto. Demos o melhor neste curto intervalo de tempo e estou contente por ter gostado da corrida, apesar de estar com muitas dores depois da queda de ontem. A corrida foi muito dura, mas a partir de meio conseguiu melhorar a cada volta e obter boa consistência. A equipa fez um trabalho fantástico, mais uma vez obrigado a todos porque tive uma experiência muito boa e especial com a moto do Dani. Aprendi umas quantas coisas que vão fazer de mim um piloto melhor; espero um dia poder voltar a esta equipa. O Dani volta na próxima corrida e estou certo que vai ficar contente por estar de novo aos comandos da sua moto!”

Tags:
MotoGP, 2011, IVECO TT ASSEN, Andrea Dovizioso, Casey Stoner, Hiroshi Aoyama, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›