Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Edwards e Crutchlow prontos para magnífico Mugello

Edwards e Crutchlow prontos para magnífico Mugello

O atarefado calendário da Monster Yamaha Tech 3 Team continua este fim-de-semana com a visita de Colin Edwards e Cal Crutchlow ao magnífico traçado de Mugello para o TIM Grand Prix of Italy, oitava ronda do Campeonato do Mundo de MotoGP de 2011.

A pista de 5,244 km é uma das mais espectaculares e exigentes do calendário, com os ventos da pitoresca região da Toscana a revelarem-se grande desafio para pilotos e máquinas. A pista tem novo asfalto e os que já rodaram no traçado nos últimos tempos revelaram-se muito contentes com os níveis de aderência e novo asfalto que acabou com as zonas irregulares da pista.

O TIM Grand Prix of Italy é a quarta de uma sequência de seis corridas em oito semanas e tem lugar uma semana depois do Dutch TT no histórico circuito de Assen onde Edwards e Crutchlow pareciam ser capazes de assinar a primeira dobrafinha da Monster Yamaha Tech 3 entre os seis primeiros. Infelizmente, ambos acabaram por se debater com problemas de aderência nos pneus frontais; ainda assim somaram pontos.

Com seis dias de descanso desde Assen, Edwards e Crutchlow acreditam que vão estar mais perto dos 100% em termos de forma física neste fim-de-semana. A clavícula direita que Edwards fracturou na Catalunha, a 3 de Junho, recuperou rapidamente a força, mas os danos musculares nas costelas, resultado do mesmo incidente, ainda é fonte de considerável desconforto para o popular americano. Com Mugello a contar com numerosas travagens fortes e rápidas mudanças de direcção, Edwards deverá ter de rodar outra vez contra as dores.

Crutchlow usou o breve intervalo desde Assen para aumentar o regime de treino depois de ter partido a clavícula esquerda em resultado de queda na qualificação do GP de Inglaterra. O jovem de 25 anos esteve a grande nível no fim-de-semana passado, em Assen, ao qualificar-se em sexto, tendo mesmo rodado em quarto, à frente do nove vezes Campeão do Mundo, mas acabando depois por cair na classificação devido a problemas de aderência. Crutchlow já mostrou as suas capacidades de aprendizagem de novas pistas, pelo que está ansioso por lutar pelo seu primeiro resultado nos seis primeiros no domingo.

 

Colin Edwards:
“As minhas costelas estão doridas desde Assen e creio que me vão causar alguns problemas este fim-de-semana porque Mugello tem muitas mudanças de direcção rápidas. Esse é o ponto em que sofro mais porque não tenho 100% de força no tronco. Estou desejoso por ir para a Itália e ver todos os fãs italianos. Adoro correr em Itália desde quando estava no Mundial de Superbikes e a atmosfera de Mugello é muito especial. O primeiro trabalho será verificar o novo piso. Ouvi bons comentários sobre ele, mas o acréscimo de aderência deverá obrigar a uma revisão da afinação da moto. Mas a Yamaha tem trabalhado bem nos últimos tempos e estou certo que vamos ter um pacote competitivo. Espero também que tenhamos melhores condições climatéricas. Silverstone e Assen foram muito molhados, pelo que desejo um fim-de-semana completo onde possamos dar espectáculo aos fãs em pista seca.”

Cal Crutchlow:
“Fiquei desapontado no fim-de-semana passado em Assen porque estou certo que podia ter conseguido o meu melhor resultado de MotoGP, mas estou determinado a compensar isso com forte prestação em Mugello. Depois de todo o esforço que fiz, foi uma pena não ter terminado onde devia no fim-de-semana passado, mas não posso mudar o que aconteceu e agora a minha concentração está apenas em fazer o melhor trabalho possível em Mugello. É mais uma nova pista para mim e vai ser muito difícil. Mas tenho feito bom trabalho em outros traçados onde nunca antes tinha corrida, pelo que acredito que posso estar competitivo. Parece ser muito técnico, com muitos desafios diferentes, mas estou pronto para o desafio.”

Tags:
MotoGP, 2011, GRAN PREMIO D'ITALIA TIM, Cal Crutchlow, Monster Yamaha Tech 3

Outras actualizações que o podem interessar ›