Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Simoncelli com oportunidade de esquecer Assen já em Mugello

Simoncelli com oportunidade de esquecer Assen já em Mugello

Marco Simoncelli deixou a Holanda no sábado com sabor amargo na boca e sabendo que o erro lhe saiu caro. Contudo, ‘Super Sic’ tem já pela frente a possibilidade de se redimir na ronda caseira de Mugello, prova onde volta a contar com o companheiro de equipa Hiroshi Aoyama a seu lado na box da San Carlo Honda Gresini Team.

A visita à Holanda não correu da melhor forma a Simoncelli, que cometeu o primeiro verdadeiro da época e afectou, involuntariamente, Jorge Lorenzo. A melhor estratégia teria sido, provavelmente, esperar e não o fazer levou a que mais uma potencial boa corrida fosse por água abaixo. Mas com a corrida em casa neste fim-de-semana o italiano e a equipa esperam recuperar o terreno perdido no Campeonato com uma boa prestação.

Manter a calma será de grande importância, já que o potencial existe e é agora tempo de o converter num bom resultado. Enquanto isso, Aoyama regressa à box da equipa depois de ter rodado no fim-de-semana aos comandos da RC212V da Repsol Honda Team.

Marco Simoncelli:
“A minha primeira reacção quando voltei à box no final da corrida, além de grande desilusão, foi pensar que fui tonto porque podia ter esperado. Cometi um erro e isso saiu-me caro, além de ter levado o Lorenzo ao chão também e sem intenção. Tenho pena por ele, mas acima de tudo por mim porque deitei fora uma grande oportunidade. Provavelmente foi o meu maior erro da época; pensei muito no que se passou e vai ajudar-me a crescer. Agora só quero olhar para Mugello com calma e motivação. Todos esperam grandes coisas de mim e tenho de retribuir a confiança com um resultado positivo que coloque a história recente atrás das costas. Sou rápido, tenho tido sensações perfeitas com a moto e estou muito determinado a provar isso mesmo numa corrida. Vão estar presentes muitos fãs em Mugello e não quero, não posso, desapontá-los. Adoro a pista, é uma das minhas favoritas e venci a minha primeira corrida aqui em 2008, nas 250cc, antes de terminar em segundo depois de grande luta com o Pasini em 2009. Estou desejoso por voltar à pista.

Hiroshi Aoyama:
“Tentei aproveitar da melhor forma a oportunidade de rodar com a RC212V da Repsol Honda, mas infelizmente as condições climatéricas de Assen não foram as ideais para rodar com uma moto tão exigente. Mas estou contente por ter tido a oportunidade e agora estou desejoso por voltar à minha equipa e retomar o trabalho onde o deixei antes desta breve, mas construtiva interrupção.”

Comunicado de imprensa San Carlo Honda Gresini Team

Tags:
MotoGP, 2011, IVECO TT ASSEN, Marco Simoncelli, Hiroshi Aoyama, San Carlo Honda Gresini

Outras actualizações que o podem interessar ›