Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Trio da Repsol Honda ansioso por Sachsenring

Trio da Repsol Honda ansioso por Sachsenring

Casey Stoner, Andrea Dovizioso e Dani Pedrosa vão estar apostados em tirar o máximo partido das melhorias levadas a cabo na RC212V durante o teste de Mugello, de 4 Julho, e vão estar de olhos na vitória no eni Motorrad Grand Prix Deutschland deste fim-de-semana.

Casey Stoner vai tentar aumentar os 19 pontos de margem que detém para Jorge Lorenzo na liderança do Campeonato do Mundo de MotoGP, isto num circuito onde no ano passado terminou no pódio e onde venceu em 2008.

Andrea Dovizioso está em grande forma depois de ter assinado quatro pódios nas últimas cinco corridas, o que lhe valeu a consolidação do terceiro posto da geral. Ele vai tentar melhorar o seu recorde de Sachsenring, onde o seu melhor resultado no MotoGP foi um quinto lugar.

Dani Pedrosa, que regressou à competição em Itália depois de mês e meio de paragem, tem treinado arduamente desde Mugello para melhorar a sua forma física e preparar-se o melhor possível para aquele que é um dos seus mais fortes circuitos: o espanhol conta com quatro vitórias (duas em MotoGP) e cinco pódios em Sachsenring, onde venceu de forma convincente em 2010.

Casey Stoner:
"Estou desejoso por ir para Sachsenring, é um circuito onde tivemos bons resultados nos últimos anos. A pista é muito estreita e técnica, pelo que exige diferente estilo de pilotagem e também temos de afinar a moto de forma diferente. É muito duro nos pneus porque a maior parte das curvas são para a esquerda, o que desgasta muito esse lado do pneu. É preciso muito trabalho para encontrar uma boa afinação que nos permita bom ritmo para a corrida. Gosto mesmo desta corrida, a atmosfera é muito boa e o campo é lindo. Temos sido sempre rápidos aqui e estou certo que a Honda podemos ser competitivos.”

Andrea Dovizioso:
“Chegamos à Alemanha fortes e competitivos. O segundo lugar em Itália, em Mufello, deu-nos mais confiança para continuarmos a trabalhar e melhorar corrida após corrida. O teste de MotoGP de Mugello foi importante para refinar o acerto da moto e testar o novo braço oscilante. Obtivemos boas respostas, pelo que chegamos à Alemanha com boa boa base e penso que vamos usar o novo braço oscilante porque as sensações foram muito boas e os tempos por volta surgiram com facilidade. Gosto de ir a Sachsenring, tem boa atmosfera é há sempre muito público. Contudo, é um circuito muito diferente de Mugello, a pista é muito curta, com uma primeira secção muito lenta seguida de uma segunda parte muito rápida. Vamos trabalhar arduamente desde o primeiro treino, tal como em Mugello, isto é muito importante para preparar a moto para a corrida. Estou muito motivado, estamos em terceiro no Campeonato e queremos continuar a ganhar importantes pontos para a temporada.”

Dani Pedrosa:
"A última corrida em Mugello foi boa porque depois de muito tempo sem correr vi que não perdi a capacidade de ser rápido. Tenho de recuperar a forma e trabalhei muito esta semana. Sempre tive boas corridas em Sachsenring e é bom ir para uma pista onde nos podemos dar bem. Ao contrário de Mugello, a Alemanha é quase toda com curvas para a esquerda e isto tem de me ajudar. No ano passado tivemos uma grande corrida e espero que possamos voltar a fazer um bom trabalho durante os treinos; espero que nada corra mal e terminar com uma boa oportunidade para a corrida.”

Comunicado de imprensa Repsol Honda

Tags:
MotoGP, 2011, eni MOTORRAD GRAND PRIX DEUTSCHLAND, Casey Stoner, Andrea Dovizioso, Dani Pedrosa, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›