Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Pilotos de MotoGP prontos para exigências de Sachsenring

Pilotos de MotoGP prontos para exigências de Sachsenring

Dani Pedrosa, Jorge Lorenzo, Casey Stoner, Valentino Rossi e Loris Capirossi foram os cinco pilotos de MotoGP que marcaram presença na conferência de imprensa do eni Motorrad Grand Prix Deutschland nesta tarde de quinta-feira.

A nona ronda do Campeonato do Mundo de MotoGP de 2011 tem início sexta-feira e a conferência de imprensa que antecede o eni Motorrad Grand Prix Deutschland teve lugar esta tarde de quinta-feira no circuito de Sachsenring.

O primeiro a ter a palavra foi o líder do Campeonato Casey Stoner – que se estreou no pódio no circuito alemão em 2003 nas 125cc – discutiu a importância de estabelecer sólida afinação na sua Repsol Honda para lidar com as exigências técnicas do traçado enquanto tenta defender os 19 pontos de margem na frente da classificação.

“Sachsenring é muito estreito e técnico e na primeira metade da pista temos de acertar a trajectória e garantir que a moto está bem afinada para curvar com acelerador aberto,” disse Stoner, que esteve no pódio no ano passado na Alemanha. “A última parte da pista é rápida e fluída, pelo que é difícil. É um desafio conseguir uma afinação competitiva par a moto, passamos muito tempo no lado esquerdo do pneu.”

Stoner espera que o Teste de Mugello, após a última corrida, o possa ajudar: “No teste de Mugello tentámos concentrar o trabalho no amortecedor que não testámos desde Sepang (teste) este ano, e também testámos algumas coisas com o braço oscilante, por isso espero que num circuito como este possamos compreender mais alguma coisa.”

Sentado ao lado de Stoner estava o seu mais próximo rival da geral, Jorge Lorenzo do Yamaha, que ganhou confiança depois da vitória na última ronda em Itália. “A vitória em Mugello deu-nos mais confiança e agora estamos mais concentrados em vencer corridas, antes estávamos um pouco a lutar pelo pódio,” disse o Campeão do Mundo. “Agora sabemos que há uma grande possibilidade de lutar pelo triunfo nas próximas corridas.”

Lorenzo, que ainda não venceu em Sachsenring, continuou: “Nunca ganhei aqui, pelo que seria bom finalmente mudar isso. Sabemos que vai ser difícil, mas estou muito excitado por ir para a pista com a moto. Gosto deste traçado, muda muito ao longo dos diferentes sectores e é muito complicado.”

Valentino Rossi continua em busca da afinação ideal para a Ducati e o italiano, que regressou de lesão no ano passado neste mesmo traçado, disse: “No ano passado foi uma corrida muito emocional porque foi o meu regresso depois da queda e tenho boas memórias porque estive muito rápido e tive uma grande batalha. Temos de tentar repetir o mesmo este ano. Não estamos num bom momento, temos de trabalhar para estarmos mais perto dos tipos da frente. Sachsenring é estranha, muito rápido, mas gosto da pista, fiz algumas grandes corridas aqui no passado.”

Rossi acrescentou: “Infelizmente nas duas últimas corridas tivemos de lutar com o tempo, especialmente em Assen, mas também em Mugello, onde não pude trabalhar o suficiente na moto porque as condições que tivemos foram más. Parece que resolvemos alguns problemas, mas temos outros, pelo que estamos no caminho em que temos de estar e temos de tentar melhorar tudo em conjunto para melhorarmos a prestação.”

Dani Pedrosa (Repsol Honda) continua a caminho do pleno da forma neste fim-de-semana depois de ter regressado à acção em Itália e o espanhol disse: “Tive mais duas semanas de descanso, pelo que me sinto melhor. Não me sinto tão bem como antes da queda, mas estou a melhorar a cada dia que passa e a ganhar força e recuperar a forma física,” disse.

Pedrosa venceu a corrida do ano passado e continuou: “Esta é uma pista onde tive bons resultados no passado. A corrida do ano passado foi mesmo boa, isto apesar de termos parado e voltado a começar. Estou desejoso por este fim-de-semana, talvez chova no domingo, mas esperamos ter boa corrida e entrar no ritmo. A pista é esquerda, o que vai ajudar o meu ombro e isso é bom, mas se as condições climatéricas mudarem muito teremos menos tempo para afinar a moto para domingo.”

De regresso após ter falhado as duas últimas corridas por lesão devido a queda em Assen, Loris Capirossi (Pramac Racing) disse: “A minha condição está a melhorar todos os dias, mas ainda só passaram 20 dias desde a lesão em Assen. As costelas estão a melhorar, mas não estão perfeitas, a clavícula ainda me causa dores e quero usar os treinos livres amanhã de manhã para avaliar o meu estado.”

Ele continuou: “Ver uma corrida de casa é muito difícil, é por isso que estou aqui, posso avaliar o meu estado e potencial e acredito que posso rodar com a moto neste fim-de-semana.”

Tags:
MotoGP, 2011, eni MOTORRAD GRAND PRIX DEUTSCHLAND

Outras actualizações que o podem interessar ›