Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Faubel vence após photo finish

Faubel vence após photo finish

A luta pelo triunfo foi mesmo até ao cruzar da linha de meta entre Johan Zarco e Héctor Faubel, com o espanhol a garantir o primeiro triunfo após análise do photo finish ter determinado o empate entre os dois, fazendo com que o triunfo fosse decidido com base na melhor volta. Viñales foi terceiro depois de luta a três na última volta.

Uma última volta de cortar a respiração com grande luta entre Faubel (Bankia Aspar), Zarco (Avant-AirAsia-Ajo) e Maverick Viñales (Blusens by Paris Hilton Racing Team) no eni Motorrad Grande Prémio da Alemanha de 125cc viu o francês Zarco atacar Faubel por fora, na última volta da corrida, cruzando a linha de meta exactamente ao mesmo tempo que o espanhol. O photo finish determinou um empate entre ambos e, por isso, e de acordo com as regras, a vitória foi atribuída ao piloto que fez a volta mais rápida. Assim, Faubel conquistou a primeira vitória da temporada e Zarco adiou o primeiro triunfo.

Uma grande início por parte de Sergio Gadea (Blusens by Paris Hilton Racing Team) colocou-o na liderança da corrida de 29 voltas, contando com a companhia de Luis Salom (RW Racing GP), Miguel Oliveira (Team Andalucía Banca Cívica), Efrén Vázquez (Avant-AirAsia-Ajo) e Nicolas Terol (Bankia Aspar) numa luta a oito pelo primeiro posto. Enquanto isso, Viñales era relagado para décimo no início, obrigando o jovem detentor da pole a trabalho redobrado para voltar à frente no sinuoso traçado deSachsenring.

Seguiu-se disputa muito renhida, com Terol, Vázquez e Gadea a trocarem de posições na frente e sem se conseguirem isolar dos demais, isto até Vázquez ser forçado a ir para fora de pista na Curva 1 quando tentava levar a melhor sobre todos na travagem. O piloto ficou fora do grupo da frente a 11 voltas do final, acabando mesmo por cair quando tentava apanhar os líderes.

A dez voltas do final eram ainda seis os pilotos em luta na frente, com passagens agressivas e toques entre os líderes. Terol foi saiu da frente na 22ª volta e Gadea perdeu posições pouco depois, quando parecia que estava com problema no manípulo da embraiagem. Enquanto isso, Viñales apanhou Faubel e Zarco e os três começaram a luta pelo triunfo que se estendeu até ao final.

O líder do Campeonato Terol acabou por terminar em quarto, com Salom e Gadea em quinto e sexto. Jonas Folger (Red Bull Ajo Motorsport), que tinha tentado manter-se com os da frente, terminou em sétimo, com Sandro Cortese (Intact Racing Team Germany), Danny Kent (Red Bull Ajo Motorsport) e Niklas Ajo (TT Motion Events Racing) a fecharem a lista dos dez primeiros. Já Miguel Oliveira caiu ao cabo de 25 voltas.

Tags:
125cc, 2011, eni MOTORRAD GRAND PRIX DEUTSCHLAND, RAC

Outras actualizações que o podem interessar ›