Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Conferência de imprensa de Laguna Seca com as estrelas de MotoGP

Conferência de imprensa de Laguna Seca com as estrelas de MotoGP

Nicky Hayden, Jorge Lorenzo, Casey Stoner, Dani Pedrosa e o wild card Ben Bostrom estiveram presentes na conferência de imprensa do Red Bull Grande Prémio dos Estados Unidos, em Laguna Seca, nesta quinta-feira.

A décima jornada do Campeonato do Mundo de MotoGP de 2011 tem lugar neste fim-de-semana em Laguna Seca e antes do Red Bull Grande Prémio dos Estados Unidos cinco dos pilotos do MotoGP marcaram presença na conferência de imprensa para anteverem a prova.

O líder do Campeonato, Casey Stoner (Repsol Honda), que venceu no traçado em 2007 e foi segundo no ano passado, viu a margem na frente ser reduzida para 15 pontos por Jorge Lorenzo nas duas últimas jornadas.

“Pensava que ia aumentar um pouco a vantagem no fim-de-semana passado, mas o Jorge reduziu a distância na última curva (em Sachsenring), pelo que neste fim-de-semana espero voltar a ganhar vantagem no Campeonato outra vez,” disse o australiano. “Os últimos fins-de-semana tivemos claramente boas possibilidades de ganhar, lutámos um pouco nos treinos e para entrarmos no nosso ritmo, mas ficámos muito contente com a forma como recuperámos (na corrida) em Sachsenring. No dia da corrida estávamos suficientemente competitivos para ganhar.”

Discutindo a atmosfera de Laguna Seca e o traçado da pista Stoner afirmou: “Vir a este GP é único, é muito diferente dos outros. Adoro a atmosfera aqui e tem qualquer coisa de especial, a forma como a pista flui. É traiçoeiro, tens alguns grandes pontos e zonas muito difíceis, é um pouco escorregadio e muito ondulado, mas de forma geral sempre tive sucesso e fui rápido nesta pista. Os últimos dois anos não foram os melhores para nós, mas estivemos sempre perto. Vai ser um fim-de-semana duro e depois dos últimos tempos de subir a parada um pouco, mas estou mesmo desejoso por ir para a pista.”

O Campeão do Mundo e vencedor da corrida de Laguna do ano passado, Lorenzo, está ansioso por reduzir a diferença para Stoner e o piloto da Factory Yamaha Racing está muito satisfeito com os resultados e melhorias conseguidos nos últimos tempos.

“Nas últimas corridas recuperámos alguns pontos ao Stoner, mas puxámos muito para o conseguirmos,” disse o espanhol. “Tivemos alguns situações difíceis a meio das corridas, estivemos muito longe dos da frente, mas no final, nos últimos momentos, ganhámos alguns pontos ao Casey. Temos de puxar em todas as sessões, na corrida, para ganharmos estes pontos, mas pelo menos estamos a lutar pela vitória, não estamos como no início da época quando estávamos sempre a lutar muito pelo triunfo.”

Lorenzo também sublinhou as exigências específicas da pista e acrescentou: “É sempre bom vir aqui aos Estados Unidos. A pista é muito diferente, muito estreita em algumas partes, tem zonas difíceis como a ‘corkscrew’ e algumas curvas rápidas. Tenho boas memórias dos últimos anos e só no ano passado é que consegui a vitória (primeira) aqui.”

O vencedor da última corrida na Alemanha, e ainda a caminhar para o pleno da forma, Dani Pedrosa vai tentar manter o que foi um impressionante regresso à acção.

“O tempo para recuperar da última corrida foi muito curto,” disse o piloto da Repsol Honda, que venceu a corrida de 2009 em Laguna. “Foi tudo para o lado esquerdo, pelo que estou um pouco dorido, mas vou dar o máximo aqui outra vez e tentar descansar entre as sessões. Quero tentar e divertir-me aqui. Neste momento estou a recuperar e quando se corre neste tipo de situação também sofremos dores. Se ao mesmo tempo conseguir um bom resultado ficarei contente.”

Um piloto que espera obter inspiração caseira numa pista onde já venceu por duas vezes é Nicky Hayden e o piloto da Ducati Team vai estrear-se com a Desmosedici GP11.1 neste fim-de-semana.

“Tenho uma das novas motos graças à Ducati ma ter disponibilizado,” disse Hayden. “Vamos dar algumas voltas com ela para ver o que penso. Há algumas coisas nela, tem potencial e torna algumas coisas melhores, mas por outro lado não estamos aqui para testar – é uma corrida, pelo que não queremos confundir as coisas. Queremos ter tudo para conseguirmos o melhor resultado possível no domingo. Vale a pena arriscar a experimentar a moto e ver se há melhorias e no domingo espero dar mais luta que no resto do ano.”

Hayden acrescentou: “O GP em casa é algo de especial, mas não me faz ser mais rápido! Não estamos num momento fácil agora, mas todo o pessoal na Ducati está a trabalhar muito e tenho toda a equipa a apoiar-me. Penso que ainda podemos obter alguns bons resultados este ano.”

A contribuir para mais interesse do público da casa estará Ben Bostrom, a correr como wild card pela LCR Honda. O americano vai também alinha na AMA Superbikes – competição onde já venceu em Laguna Seca no passado.

“É uma grande honra estar aqui; tenho de agradecer à LCR Honda e à Michael Jordan Motorsports pela sua colaboração e até mesmo à Suzuki América por me permitir ter esta oportunidade e quero dar tudo em pista!” disse Bostrom, que se estreia nos Grandes Prémios ao 37 anos.

“Já ganhámos e perdemos aqui, é uma pista estranha. Quando se está a rodar rápido é mesmo fácil, mas quando estamos a lutar com a moto parece que temos 100 voltas pela frente. Vi este pessoal (do MotoGP) em todas as corridas e rodar com uma 800cc no MotoGP é um sonho que se tornou realidade. Sei que no ano que vem vão passar para as 1000cc, pelo que esta pode ser uma das últimas, talvez a única oportunidade que terei de rodar com esta moto.”

Tags:
MotoGP, 2011, RED BULL U.S. GRAND PRIX

Outras actualizações que o podem interessar ›