Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Repsol Honda Team mantém ritmo no Red Bull Grande Prémio dos Estados Unidos

Repsol Honda Team mantém ritmo no Red Bull Grande Prémio dos Estados Unidos

A Repsol Honda começou forte o Red Bull Grande Prémio dos Estados Unidos, colocando os seus pilotos entre os quatro primeiros das tabelas de tempos do primeiro dia de treinos livres no lendário circuito de Laguna Seca.

Dani Pedrosa assinou como melhor tempo uma marca de 1m22,197s para terminar em segundo, apenas a um décimo da pole provisória de Jorge Lorenzo, enquanto Casey Stoner foi terceiro, a 0,034s de Pedrosa, e Andrea Dovizioso foi quarto, muito próximo dos companheiros de equipa.

Os pilotos conseguiram testar o composto macio da Bridgestone durante a manhã graças às temperaturas frias, e o mais duro durante a tarde, altura em que a temperatura da pista estava 15 graus mais elevada, e ambos apresentaram níveis de prestação razoáveis mesmo com os níveis de aderência ainda baixos.

A Repsol Honda vai continuar a trabalhar amanhã de manhã para melhorar a afinação da RC212V em preparação para forte qualificação num circuito único, com uma combinação de travagens fortes e rápidas mudanças de direcção.

Andrea Dovizioso vai tentar afinar a sua montada e lutar pelo pódio que já falhou por muito pouco por duas vezes, em 2010 e 2008, anos em que foi quarto no traçado de Laguna Seca.

Dani Pedrosa:
"A segunda sessão, durante a tarde, foi muito interessante; fizemos algumas alterações na moto e testámos o pneu de corrida com o objectivo de afinar a moto para absorver os ressaltos, que são muitos nesta pista e afectam especialmente a frente. A aderência esteve um pouco fraca hoje e esteve sempre muito vento, pelo que ainda não encontrámos a moto perfeita. De manhã testámos o composto mais macio e tinha um pouco mais de aderência, e de tarde rodámos com o pneu corrida; foi mais difícil encontrar aderência, mas talvez as condições da pista não estivessem perfeitas, por isso esperamos continuar a melhorar amanhã."

Casey Stoner:
"Passámos o dia todo a tentar obter um equilíbrio um pouco diferente na moto para fazermos os pneus trabalhar de forma diferente, mas estamos a lutar para conseguirmos as sensações que queremos e que já tivemos no passado. Mudámos a afinação de forma substancial, com posições importantes e na tentativa de colocarmos a traseira a funcionar com um pouco menos de temperatura no pneu, o que conseguimos, mas ainda não temos a aderência que queremos e estamos com a rodar a patinar muito. Também estamos a lutar para encontrar boas sensações com a frente e não estamos totalmente confortáveis com a moto de forma geral, pelo que temos algum trabalho para fazer durante a noite e vamos continuar de manhã a preparar a qualificação."

Andrea Dovizioso:
“Esta tarde fizemos uma comparação entre duas afinações diferentes e as sensações melhoraram. Ainda temos uma diferença de quatro décimos para o primeiro, mas rodámos de forma mais consistente. Temos de continuar a trabalhar para melhorar o ritmo e as sensações com a frente, mas de forma geral acredito que amanhã vamos conseguir dar mais um passo em frente. Em comparação com a primeira sessão de livres os tempos por volta surgiram de forma mais fácil durante a tarde e amanhã vamos continuar a trabalhar nesta direcção.”

Comunicado de imprensa Repsol Honda.

Tags:
MotoGP, 2011, RED BULL U.S. GRAND PRIX, Dani Pedrosa, Andrea Dovizioso, Casey Stoner, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›