Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Lorenzo luta em Laguna

Lorenzo luta em Laguna

O Campeão do Mundo Jorge Lorenzo fez um esforço sobre-humano no Red Bull US Grande Prémio dos Estados Unidos, lutando pela vitória com o seu adversário no campeonato Casey Stoner, para acabar na segunda posição do pódio.

Lorenzo fez uma forte partida desde a pole, liderando uma impressionante corrida antes de ceder a dianteira para Stoner, acabando por sofrer as consequências da queda de ontem que diminuiu os seus níveis de energia.

O seu companheiro na Yamaha Factory Racing Ben Spies fez uma partida menos perfeita, que o atirou para a sétima posição, atrás de Valentino Rossi nas primeiras voltas da corrida. Rossi acabou por ser ultrapassado na volta três pelo texano, que pode a partir daí concentrar as suas atenções no homem que seguia à sua frente, Dovizioso. Spies fez uma corrida incrível, conseguindo diminuir a diferença de cinco segundos, acabando por chegar à quarta posição quando faltavam três voltas para o final.

O resultado deste fim-de-semana faz com que Lorenzo vá para umas curtas férias a 20 pontos de distância do líder do Campeonato Stoner. O seu companheiro de equipa Spies irá chegar a Brno no sexto lugar da classificação, mas agora apenas a 12 pontos de Dani Pedrosa, que segue em quarto.

Jorge Lorenzo:
“Primeiro que tudo, tenho sorte em ter ficado na segunda posição, depois da queda de ontem pensei durante uns instantes que não iria conseguir correr. Depois da qualificação esperava conseguir lutar até ao fim pela vitória, mas às vezes os desejos não concretizáveis. O Casey foi mais rápido hoje, não consegui acompanhar o ritmo dele até ao final. A minha condição física não é perfeita, o que me torna também um pouco mais lento. O segundo lugar é bom, estamos apenas 20 pontos atrás do Casey e vamos tentar uma vez mais na próxima vez”.

Ben Spies:
“Eu fiz uma boa partida, mas acabei por não ter a força suficiente a acabei por ficar preso atrás do Valentino, tentei passá-lo o mais depressa que consegui mas ele é muito bom nas travagens e foi muito difícil, mas fiz o melhor que sabia. Assim que o consegui ultrapassar havia já uma grande diferença para o Dovizioso, mas baixei a cabeça e continuei a correr. Estou muito contente por ter conseguido chegar até ele, passá-lo e conseguir chegar à quarta posição. Foi uma corrida muito boa. Gostaria de ter estado no pódio, porque penso que tínhamos hipóteses de lutar com o Dani. Mas, as corridas são assim e como sempre eu dei 100%”.

Comunicado de imprensa da Yamaha Factory Racing

Tags:
MotoGP, 2011, RED BULL U.S. GRAND PRIX, Jorge Lorenzo, Ben Spies, Yamaha Factory Racing

Outras actualizações que o podem interessar ›