Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Suzuki e Ducati revêem metade da época

Suzuki e Ducati revêem metade da época

A Rizla Suzuki e a Ducati Team comentaram os seus progressos até a meio da temporada após o final do Red Bull Grande Prémio dos Estados Unidos na Mazda Raceway Laguna Seca.

Com dez rondas disputadas nesta época de 2011, a Rizla Suzuki e a Ducati Team partilharam com a câmara a forma como lhes correu a primeira metade da temporada e antecipam o que ainda têm pela frente.

O Director de Projecto de MotoGP da Ducati Team, Alessandro Cicognani, reflectiu sobre o início da temporada da equipa. “Digamos apenas que foi um difícil início de ano, esperávamos muito mais, mas tivemos alguns problemas iniciais com a recuperação da lesão no ombro do Vale e com a Nicky, neste caso no que toca a encontrar as sensações certas com a moto.”

“Depois tivemos alguns bons resultados, especialmente o primeiro pódio em Jerez, com o Nicky, e depois o pódio de Le Man, com o Vale... Mas depois faltou-nos algo na primeira parte da época. Mas penso que agora estamos de volta ao caminho certo,” acrescentou.

“Difícil,” resumiu o Director Desportivo Paul Denning sobre o início de época da Rizla Suzuki. “Nem sequer começámos a primeira corrida do ano no Qatar por causa da fractura da perna do Álvaro (Bautista). O regresso dele no Estoril foi muito antes do esperado, mas depois demorou muito tempo a voltar ao pico da forma e a recuperar toda a confiança. Só na nona jornada, em Sachsenring, é que o vimos a rodar como nos testes de Inverno.”

“A moto está bem desenvolvida; a Suzuki fez um grande trabalho com o braço oscilante e o chassis para melhorar a prestação de aquecimento dos pneus e também a aderência. O motor é competitivo, só temos de continuar a melhorar com passos pequenos,” continuou Denning. “Mas o pilotos continua a ser muito importante no que toca à prestação no MotoGP. Se o piloto estiver fisicamente mal, ou psicologicamente mal preparado, a prestação vai sofrer.”

“Agora estamos contentes por ele (Bautista) estar de regresso a 100%, a rodar forte e agressivo. Só temos um piloto, pelo que todos os nossos esforços estão concentrado no Álvaro. Ele é um profissional e quer estar no grupo da frente a lutar com pilotos como o Simoncelli e o Lorenzo, pilotos contra os quais lutou nas 250cc.”

Comentando a segunda metade da época o Director Desportivo da Suzuki disse: “Se conseguirmos continuar a melhorar a moto e, principalmente, a confiança do piloto, esperamos estar no grupo da frente. Ainda temos um passo a dar, ainda há uma diferença para as Honda e Yamaha na frente, um passo que nos vai levar lá, mas estamos aqui para correr, dar o nosso melhor e ver o que conseguimos atingir.”

Cicognani deixou claras as expectativas da Ducati Team para a segunda metade do ano. “Esperamos melhorar: dia-a-dia, corrida a corrida, queremos lutar pela vitória e desde sempre que trabalhamos arduamente para atingirmos este resultado, temos apenas de trabalhar, é a única forma que conhecemos,” concluiu.

Tags:
MotoGP, 2011, RED BULL U.S. GRAND PRIX, Ducati Team, Rizla Suzuki MotoGP

Outras actualizações que o podem interessar ›