Compra de bilhetes
VideoPass purchase

125 2011: A história até ao momento

125 2011: A história até ao momento

O motogp.com revê a época até à paragem de Verão, altura em que os pilotos deram por concluídas nove das 17 corridas do ano.

A pouco mais de meio da época de 2011 e com a breve paragem de Verão quase terminada, o motogp.com leva-o numa viagem pelo tempo através das nove jornadas já disputadas este ano, todas elas com muita acção. Carregue em cada uma das rondas para ver os resumos.

Favorito ao título desde a pré-época, Nico Terol começou 2011 com grande estilo ao vencer desde a pole na primeira corrida do ano no Qatar, à frente de Sandro Cortese e Sergio Gadea, repetindo depois o triunfo em Jerez e no Estoril. A vitória na segunda jornada surgiu no molhado e foi uma corrida notável para os outros homens do pódio, Jonas Folger e Johann Zarco – a estreia do gaulês nos três primeiros. Enquanto isso, em Portugal Cortese e Zarco subiram ao pódio pela segunda vez nas três primeiras corridas, o último a bater por pouco o estreante Maverick Viñales, que ficou em quarto.

A fama de Viñales já tinha dado nas vistas antes do início do ano e o quase pódio no Estoril serviu-lhe de impulso para a vitória em Le Mans, onde bateu Terol sobre a meta para se estrear a triunfar na sua quarta corrida no Campeonato do Mundo. Efrén Vázquez completou o Top 3 totalmente espanhol. Viñales provou depois que a vitória não deveu a sorte ao terminar no pódio na Catalunha, com Terol a garantir vitória estranha depois de Zarco ter cruzado a meta em primeiro, mas o piloto foi penalizado por manobra efectuada na última curva. O gaulês acabou por terminar em sexto depois de ver 20 segundos adicionados ao seu resultado final, o que proveu Folger ao mais baixo do pódio.

No molhado de Silverstone Folger rodou para a primeira vitória num RG, com Zarco a terminar em segundo e Héctor Faubel em terceiro. Viñales sofreu queda em Inglaterra, mas voltou às vitórias em Assen, onde a corrida foi encurtada devido ao mau tempo. Luis Salom garantiu o primeiro pódio com o segundo lugar e Gadea foi terceiro. Ausente da corrida esteve o líder do Campeonato Terol devido a lesão contraída num dedo no dia anterior à prova e que obrigou a operação.

Terol voltou à acção em grande ao vencer em Mugello, o quinto triunfo do ano, com Zarco e Viñales em segundo e terceiro. Em Sachsenring Terol foi quarto, com o companheiro de equipa Faubel a estrear-se a vencer esta época e com Viñales de novo no pódio num final de photo finish.

Zarco conta com 32 pontos de margem na frente do Campeonato antes da 10ª Jornada do ano que se disputa no próximo fim-de-semana em Brno, enquanto Viñales está em terceiro.

Tags:
125cc, 2011

Outras actualizações que o podem interessar ›