Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Soberba vitória de Stoner com Dovi em segundo num pódio totalmente Honda

Soberba vitória de Stoner com Dovi em segundo num pódio totalmente Honda

Casey Stoner assinou a sexta vitória da época e Andrea Dovizioso o quinto pódio do ano num pleno da Honda nos três primeiros, uma estreia para a marca nipónica desde Laguna Seca em 2006.

O pódio Honda foi o primeiro da era das 800cc. Infelizmente, só a queda de Dani Pedrosa, na terceira volta, manchou o que foi um dos melhores domingos do fabricante nipónico.

Em condições semelhantes às de Laguna Seca, há três semanas, Casey Stoner inverteu o que começou por ser um fim-de-semana difícil para vencer sem oposição numa corrida em que liderou desde a terceira volta, altura em que Dani Pedrosa, depois de assumir o comando, perdeu a frente e caiu. Sem aquele que tinha sido o mais rápido do fim-de-semana em pista Stoner não teve rival e impôs ritmo regular para aumentar a vantagem volta após volta e cruzar a meta com 6,5 segundos de margem sobre o companheiro de equipa Andrea Dovizioso.

Em mais uma corrida consistente, Dovi fez fantástica partida para escalar de sétimo da grelha, resistir aos ataques de Lorenzo e Simoncelli e assinar o quinto pódio da temporada. A vitória de Casey Stoner em Brno, em combinação com o quarto lugar do mais próximo rival no Campeonato, Jorge Lorenzo, deixou o australiano com uma vantagem de 32 pontos no topo da classificação do Mundial de MotoGP. Dovizioso mantém o terceiro posto e Pedrosa é agora quinto, atrás de Valentino Rossi.

Amanhã a Repsol Honda vai estar de volta à pista de Brno para testar a 1000cc de 2012. Dani Pedrosa e Casey Stoner vão ensaiar a moto no Teste Oficial de um dia.

Casey Stoner:
"Sabíamos que podíamos oferecer grande luta na corrida pelo pódio hoje, mas não esperávamos nada vencer a corrida. Assim que a prova começou tive uma boa luta com o Andrea, mas fez-me perder algum tempo e tive medo que o Jorge e o Dani fugissem na frente. Mas quando passei vi que tinha velocidade suficiente para os apanhar e que a moto estava fantástica. Passei o Jorge e depois o Dani, infelizmente, sofreu uma queda, pelo que dei o máximo para ver se me conseguia isolar e acabei por o conseguir rapidamente. A partir desse momento foi uma questão de gerir a corrida. Tenho muita pena pelo Dani, teria sido muito difícil batê-lo hoje. Após um fim-de-semana tão duro é fantástico terminar com uma vitória confortável; muito obrigado à minha equipa, que nunca desiste, apoiam-me sempre. Amanhã estaremos de volta com a 1000 para mais um teste e espero que o tempo esteja seco para nós!".

Andrea Dovizioso:
“Estou mesmo contente por estar de volta ao pódio, é um bom resultado depois de um fim-de-semana difícil e a segunda posição é importante para o Campeonato. No warm up fizemos algumas pequenas alterações e as minhas sensações melhoraram. Cheguei à corrida muito determinado e fiz boa partida desde sétimo. Nas primeiras voltas estava a rodar com cautela para poupar os pneus. Tinha bom ritmo e quando o Dani caiu tentei manter-me com o Casey, mas cometi um erro na Curva 13 e quase saí de pista. Perdi o contacto com ele a partir desse momento e o Stoner construiu uma vantagem impossível de reduzir. Nas últimas cinco voltas rodei mais forte, abaixo do segundo 58, para manter a margem para o Marco. Não queria lutar com ele nas últimas curvas. Quero agradecer à Honda e à equipa pelo bom trabalho; apesar do facto de termos lutado um pouco durante o fim-de-semana, mostrámos mais uma vez que na corrida estamos lá e estou mesmo desejoso por voltar à acção em Indy, dentro de duas semanas.”

Dani Pedrosa:
"Foi uma pena. Perdi a frente e caí, foi isso que aconteceu! Nem estava a puxar muito, apenas assumi a liderança e, bem, posso ter trancado a moto um pouco demais, talvez o pneu não estivesse suficientemente quente, ainda não sei. O problema é que desperdicei uma corrida importante para a qual nos preparámos muito bem. Tenho de agradecer á equipa pela moto que me deram neste fim-de-semana, estava a trabalhar mesmo bem, e tenho que lhes pedir desculpas pelo erro. Dói porque estávamos bem preparados e finalmente a corrida estava algo lenta em comparação com o ritmo que apresentámos nos treinos, mas não podemos fazer nada, apenas podemos pensar na próxima e tentar voltar ao topo rapidamente. Estou desejoso por ver como está a nova moto depois de ter falhado o teste de Jerez e queria fazer umas boas voltas amanhã.”

Comunicado de imprensa Repsol Honda.

Tags:
MotoGP, 2011, CARDION AB GRAND PRIX ČESKÉ REPUBLIKY, Casey Stoner, Dani Pedrosa, Andrea Dovizioso, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›