Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Preziosi: “Estamos a trabalhar para o longo prazo”

Preziosi: “Estamos a trabalhar para o longo prazo”

O Director Geral da Ducati fala da evolução da Desmosedici GP11.1 durante o Teste Oficial de MotoGP de Brno, na segunda-feira.

O trabalho da Ducati na Desmosedici GP11.1 continuou em Brno na segunda-feira, onde a marca de Borgo Panigale fez mais esforços para melhorar o seu protótipo.

A moto, que foi estreada no GP de Assen por Valentino Rossi e que incorpora o chassis desenvolvido pelos engenheiros da Ducati para 2012, tem sido usada e desenvolvida continuamente pelo o italiano desde essa altura e na segunda-feira o companheiro de equipa Nicky Hayden usou o dia de pista para trabalhar com a GP11.1, isto depois de ter tido o primeiro contacto com a montada nos treinos de Laguna Seca, mas não na corrida.

Filippo Preziosi, Director Geral da Ducati e a força criativa por trás da máquina, discutiu a evolução da montada com o motogp.com durante o Teste e explicou os progressos que estão a ser feitos a pensar no presente e no futuro.

“As mudanças que fizemos durante o fim-de-semana de Brno foram finalizadas para tornar a moto mais rápida para a corrida, e agora estamos a trabalhar a médio e longo prazo para definirmos a meta para os designers para a nova geração de motos,” disse Preziosi. “Para isso precisamos de fazer grandes modificações na afinação para conseguirmos avaliar o comportamento da moto.”

Preziosi continuou: “Estou contente por o Nicky ter confirmado as ideias do Valentino. Sabemos que introduzir nova moto durante o Campeonato normalmente produz prestações piores a curto prazo, durante umas duas corridas, e temos de aceitar isso porque é normal. Mas se temos uma pequena vantagem podemos ganhar com isso e ficar com ele e é particularmente importante para o desenvolvimento da moto do próximo ano.”

Houve muita especulação recentemente que dava a Ducati como estando em vias de quebrar a tradição e produzir um quadro de alumínio para 2012, em detrimento da construção de fibra de carbono. Preziosi respondeu: “Para mim o alumínio não é o ponto chave – o que é necessário é encontrar mais rigidez. Estamos a trabalhar muito e no futuro vamos testar novas soluções porque queremos melhorar a prestação e o nosso conhecimento, pelo que, como é normal, vamos rodar com as novas soluções em conjunto com a padrão e depois decidiremos qual é a da preferência dos pilotos.”

Rossi pareceu muito mais confortável com a GP11.1 durante o fim-de-semana de Brno e terminou a corrida em sexto. Enquanto o resultado pode não ter sido muito satisfatório para o italiano e equipa, o facto é que se verificou uma redução da diferença para o vencedor da corrida para pouco mais de 12 segundos em oposição aos quase 30 verificados nas jornadas anteriores. Melhoria de que serviu de motivação.

“Penso que demos um pequeno passo na direcção certa ao darmos mais sensações e respostas ao Valentino,” disse Preziosi quando reviu a 11ª Jornada. “Sabemos que o Valentino é um piloto vencedor, pelo que depende de nós dar-lhe as condições para realizar o seu potencial.”

Tags:
MotoGP, 2011, CARDION AB GRAND PRIX ČESKÉ REPUBLIKY, Ducati Team

Outras actualizações que o podem interessar ›