Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Programa de MotoGP intensifica-se com visita a Indianapolis

Programa de MotoGP intensifica-se com visita a Indianapolis

O Red Bull Grande Prémio de Indianapolis com a categoria rainha a embarcar em atarefado período de sete corridas em dez semanas.

O MotoGP regressa aos Estados Unidos este fim-de-semana para disputar a 12ª jornada do Campeonato do Mundo de 2011 na Indianapolis Motor Speedway, onde Casey Stoner espera dar mais um passo na corrida ao título e afastar-se um pouco mais do rival Jorge Lorenzo.

A vitória em Brno dilatou a margem do piloto da Repsol Honda na frente do Campeonato para 32 pontos, além de ter sido o sexto triunfo do australiano nesta campanha. No famoso Brickyard ele vai tentar assinar mais uma vitória, ainda para mais por se tratar de um dos apenas três traçados do actual calendário onde Stoner nunca venceu na categoria rainha.

Para Lorenzo o ênfase estará em esquecer o quarto lugar que obteve na República Checa, prova onde a opção de correr com um frontal mais macio se revelou desastrosa para o piloto da Yamaha Factory Racing. Lorenzo nunca terminou fora do pódio nas três vezes em que há rodou em Indianapolis na categoria rainha e só ficará satisfeito com o triunfo; um resultado que o espanhol atingiu em 2009. Lorenzo espera também que algumas das actualizações de motor testadas em Brno, após o GP, lhe tragam a necessária melhoria para dar novo fôlego à defesa do ceptro.

A consistência de Andrea Dovizioso esta época já levou o italiano a terceiro da geral e após o segundo lugar em Brno o piloto da Repsol Honda estará ainda mais determinado a conquistar a primeira vitória da época num traçado onde sempre terminou nos cinco primeiros, mas no qual ainda não foi ao pódio.

Valentino Rossi espera que o dia de testes com Desmosedici GP11.1 em Brno, na semana passada, será motivação extra para este fim-de-semana. O piloto da Ducati Team reduziu a diferença para o vencedor da corrida de Brno, Casey Stoner, para menos de 13 segundos, uma clara melhoria face aos quase 30 segundos das rondas anteriores.

A primeira pole da temporada para Dani Pedrosa, em Brno, não se converteu em resultado do mesmo calibre na corrida para o piloto da Repsol Honda que caiu e desistiu nos momentos iniciais da prova e quando liderava. Repetir a vitória do ano passado em Indy seria muito positivo para o espanhol que quer aproximar-se do quarto posto da geral do rival Rossi.

A contar com o apoio da casa, Ben Spies deverá ter ainda mais motivação, se é que alguma vez o piloto da Yamaha Factory Racing sentiu falta dela. Tal como o companheiro de equipa Lorenzo, o americano vai contar com melhorias na sua M1 na pista onde no ano passado assinou a primeira – e até agora a única – pole position. Da mesma forma, o compatriota Nicky Hayden (Ducati Team) ficaria contente com mais um pódio numa pista onde já por duas vezes esteve nos três primeiros, enquanto Colin Edwards, da Monster Yamaha Tech 3, vai certamente contar com forte apoio.

Brno deu a Marco Simoncelli o primeiro pódio na categoria rainha, o que fez aumentar a confiança do piloto da San Carlo Honda Gresini, enquanto o companheiro de equipa Hiroshi Aoyama vai tentar para dar continuidade aos progressos lentos, mas estáveis, que tem conseguido em termos de resultados nas últimas jornadas.

Héctor Barberá (Mapfre Aspar), Karel Abraham (Cardion ab Motoracing), Toni Elías (LCR Honda) e Álvaro Bautista (Rizla Suzuki) tiveram resultados mistos em Brno – Elías espera que o dia de testes após a corrida checa ajude os seus progressos, enquanto o estreante britânico Cal Crutchlow (Monster Yamaha Tech 3) vai conhecer mais uma nova pista. A dupla da Pramac Racing Loris Capirossi – que testou em Brno – e Randy de Puniet também deverá esperar mais dos seus esforços depois de terminar fora dos dez primeiros na última ronda.

Tags:
MotoGP, 2011, RED BULL INDIANAPOLIS GRAND PRIX

Outras actualizações que o podem interessar ›