Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Edwards confiante depois de início rápido em Indianápolis

 Edwards confiante depois de início rápido em Indianápolis

O piloto da Monster Yamaha Tech 3 Colin Edwards arrancou de forma fantástica para a sua ronda caseira do MotoGP no lendário circuito de Indianápolis Motor Speedway.

O popular texano terminou entre os seis melhores nas duas sessões de treinos do primeiro dia do Grande Prémio Red Bull Indianápolis, com calor e humidade. Edwards terminou a primeira sessão de 45 minutos com uma fantástica terceira posição e foi um dos dois únicos pilotos não oficiais a entrar no Top10.

Os tempos registados foram mais ou menos idênticos aos do ano passado, assim que o pelotão se conseguiu adaptar ao novo piso entre as curvas 5 e 19. Mas, à medida que a borracha foi ficando acumulada na pista os tempos foram melhorando e Edwards conseguiu retirar quase dois segundos à sua melhor marca. Terminou com a marca de 1m41,699s na sexta posição da tabela combinada de tempos, deixando para trás vários pilotos de fábrica. Edwards ficou a apenas 0,2s do Campeão do Mundo, Jorge Lorenzo, que terminou na quarta posição, e acredita que pode ficar entre os seis melhores na corrida de 28 voltas de domingo.

Cal Crutchlow também conseguiu melhorar a sua marca na segunda sessão de treinos, com o britânico a aproveitar as melhorias sentidas da aderência à pista, terminando com um tempo de 1m43,085s. Com esta marca conseguiu ser 2,3s mais rápido do que na sessão de manhã, depois do piloto ter compreendido melhor as exigências técnicas que da pista. Crutchlow terminou na 15ª posição da classificação geral, a apenas 0,7 s do Top10. O piloto de 25 anos está confiante na melhoria das condições da pista e no aperfeiçoamento da afinação para conseguir ficar entre os dez primeiros na grelha de partida depois da sessão de qualificação da tarde de amanhã.

Colin Edwards:
“Esta manhã senti-me como se tivesse regressado do Texas Tornado Boot, com a diferença de estar a correr com o mota mais cara, porque a pista estava muito escorregadia. Para ser honesto, até gostei apesar de ter muito pouca aderência. Todos sabíamos que a aderência ia ser um problema esta manhã, mas a pista estava 100 por cento suja. À tarde já estava muito melhor, graças ao trabalho dos homem da Indianapolis Motor Speedway. Eles fizeram um trabalho fantástico e começamos a ter muito mais aderência. Não vamos sentir as melhorias do novo asfalto este ano, mas as melhorias são para o futuro e no próximo ano vai ser muito melhor. Ter conseguido o terceiro melhor tempo esta manhã e o sexto melhor à tarde deu-me muita confiança para o resto do fim-de-semana. Não estou a lutar contra a mota este fim-de-semana e isso é fantástico”.

Cal Crutchlow:
“Esta manhã foi muito difícil, porque a pista estava muito escorregadia e eu estava a sentir muito a falta de aderência, além de ter de compreender a pista. Sai algumas vezes da pista e perdi muito tempo. À tarde a pista estava muito melhor, mas não sentia aderência na frente e por isso precisava de me esforçar para fazer um tempo melhor. Os pneus estavam muito gastos e não tinha muita aderência, não sei bem porquê. O problema este ano tem sido falta de aderência na frente na altura das travagens, mas hoje estava a perder aderência a meio das curvas. Tenho a certeza que podemos melhorar bastante a afinação e estou confiante que posso subir alguns lugares na tabela e lutar por uma posição no Top10 na qualificação de amanhã. A parte boa é que podemos melhorar a cada volta desde consigamos melhorar a aderência da frente. Estou ansioso para uma boa corrida.”.

Comunicado da Monster Yamaha Tech 3 Team

Tags:
MotoGP, 2011, RED BULL INDIANAPOLIS GRAND PRIX, Cal Crutchlow, Colin Edwards, Monster Yamaha Tech 3

Outras actualizações que o podem interessar ›