Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Repsol Honda Team com início forte em Indianapolis

Repsol Honda Team com início forte em Indianapolis

Os pilotos da Repsol Honda voltaram à pista hoje para o Red Bull Grande Prémio de Indianapolis na famosa Motorsport Speedway, que agora conta com novo asfalto.

Na primeira sessão da manhã os três pilotos queixaram-se de falta de aderência do novo piso. As condições melhoraram um pouco para a sessão da tarde depois da borracha deixada na pista pelas outras categorias. Os tempos por volta caíram de forma consistente e Casey Stoner rodou três segundos mais rápido que de manhã. Stoner terminou o dia no topo da tabela de tempos com uns impressionantes 1m40724s, apenas seis décimos mais lento que o recorde da pista de 1m40,152s (Jorge Lorenzo, 2009).

Dani Pedrosa focou-se na adaptação às novas condições da pista, trabalhando na afinação da sua RC212V e encontrou mais aderência durante a tarde, assinando o terceiro tempo do dia depois de retirar quatro segundos ao seu registo matinal.

Andrea Dovizioso terminou o dia em quinto. Andrea lutou com desgaste dos pneus durante a tarde. Amanhã vai continuar a trabalhar na afinação e tentar compreender como gerir o desgaste dos pneus.

Casey Stoner:
"Esta tarde a pista estava um pouco melhor e, é claro, os tempos por volta melhoraram com mais motos em pista a limparem-na, mas ainda não estou confortável com o piso. E muito escorregadia e é a pista de que menos gosto de toda a temporada. É muito estreita, escorregadia e o novo piso é muito mau; não está apenas sujo, parece que há algo estranho onde os dois tipos de asfalto se juntam, gordura de algum tipo que causa mais problemas. Testámos o frontal mais duro de tarde, o que nos deu boas reacções e conseguimos ser um pouco mais rápidos, mas de forma geral a pista tem de melhorar antes de sabermos que direcção seguir e espero que as condições melhorem para a corrida. As minhas últimas idas à pista foram prejudicadas por tráfego e também pela vida selvagem! Vi algo pelo canto do olho, não tenho bem a certeza, mas era algo. Pensei que fosse parte da moto de alguém, mas estou contente por ambos termos escapado ilesos!"

Dani Pedrosa:
"A pista melhorou na segunda sessão, pelo menos na linha de corrida, mas fora da trajectória o piso ainda está muito sujo e escorregadio. Contudo, melhorámos os tempos por volta; trata-se de conseguir boa afinação com os pneus e tentar tratar bem deles. Esperamos que as condições continuem a melhorar durante o fim-de-semana e que possamos continuar a trabalhar passo a passo na afinação tendo em conta que os pneus serão o ponto principal nesta corrida. De forma geral, estou mais contente que de manhã, melhorámos quatro segundos em apenas uma sessão, mas temos de continuar concentrados e dar mais um passo em frente amanhã."

Andrea Dovizioso:
“A pista melhorou muito da manhã para a tarde e em FP2 os tempos por volta caíram três segundos. Com mais borracha na pista a aderência muito rapidamente e agora o principal problema é o desgaste dos pneus. Isto é típico com novo asfalto, pelo que temos de gerir os pneus com cuidado, em especial os frontais. O ponto chave para a corrida será a gestão dos pneus. Espero que as condições melhorem outra vez amanhã porque com a situação de hoje é impossível terminar a corrida. Não estou preocupado com o quinto posto porque quando chegou a altura de puxar não o pudemos fazer porque tínhamos de reservar pneus para amanhã, pelo que acredito que posso ser competitivo.”

Comunicado de imprensa Repsol Honda.

Tags:
MotoGP, 2011, RED BULL INDIANAPOLIS GRAND PRIX, Dani Pedrosa, Andrea Dovizioso, Casey Stoner, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›