Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Yamaha pinta primeira linha de vermelho e branco em Indy

Yamaha pinta primeira linha de vermelho e branco em Indy

Os pilotos da Yamaha Factory Racing, Ben Spies e Jorge Lorenzo, assinaram a primeira dupla presença da época na primeira linha da grelha na qualificação deste sábado para o Red Bull Grande Prémio de Indianapolis de domingo.

O herói local Spies continuou a impressionar com o bom momento de forma que tem apresentado desde o início do fim-de-semana. O americano não demorou a demonstrar forte ritmo na qualificação, mas apesar de ter repetidamente batido os dois primeiros parciais de pole, Spies não conseguiu bater Casey Stoner e vai partir do segundo posto da grelha.

O Campeão do Mundo Lorenzo conseguiu, finalmente, encontrar melhorias a meio da qualificação depois de se ter debatido com dificuldades nas três sessões de livres devido ao novo piso do circuito de Indianapolis. Uma significativa alteração na afinação na YZR-M1 já na segunda metade da qualificação levou a uma mudança da sorte, o que lhe permitiu escalar até ao terceiro posto, atrás do companheiro de equipa, depois de uma sequência de voltas rápidos. Lorenzo vai agora tirar partido do warm up da manhã de domingo para testar a consistência do acerto da moto antes da corrida.

Ben Spies, 2º lugar, 1m39,373s, 25 voltas:
“Hoje foi um bom dia; não temos a melhor volta, mas no final conseguimos ficar na primeira linha. Fizemos mais de 30 voltas com um conjunto de pneus e conseguimos ser rápidos mesmo no final, ainda na casa do segundo 39, o que é bom. Nas últimas voltas demos o máximo para tentar apanhar o Casey, mas a cinco minutos do final creio que danifiquei o espaçador que me mantém afastado do depósito de combustível, o que não ajudou. Não fiquei desapontado porque sabia que tínhamos margem para o quarto, pelo que ficaríamos na primeira linha. Não foi a sessão perfeita e o Casey esteve demasiado rápido. Penso que a corrida será diferente; os pneus devem ficar escorregadios ao cabo de dez voltas, mas a minha moto está a funcionar muito bem com pneus usados, pelo que veremos o que vai acontecer.”

Jorge Lorenzo, 3º lugar, 1m39,629s, 26 voltas:
“A qualificação correu muito melhor que as três sessões de treinos. Melhorei muito e senti-me mais confiante com a frente, mudámos a moto totalmente e funcionou. Agora estamos muito mais confiantes para a corrida de amanhã. Gostava de estar mais perto do Casey, mas sete décimos é melhor que um segundo e meio. Vai ser uma corrida muito dura para todos. O pneu frontal, em particular do lado esquerdo, está a ficar com muito grão ao cabo de quatro voltas, pelo que vai ser complicado. Vamos ver o que acontece amanhã.

Comunicado de imprensa Yamaha Factory Racing.

Tags:
MotoGP, 2011, RED BULL INDIANAPOLIS GRAND PRIX, Ben Spies, Jorge Lorenzo, Yamaha Factory Racing

Outras actualizações que o podem interessar ›