Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Stoner bate recorde de volta mais rápida, Pedrosa segundo, Dovizioso quinto

Stoner bate recorde de volta mais rápida, Pedrosa segundo, Dovizioso quinto

Esta tarde em Aragón, o piloto da Repsol Honda Casey Stoner garantiu a nona pole position da temporada e conseguiu tirar quase meio segundo ao anterior recorde da volta mais rápida, que já lhe pertencia.

Depois de um dia difícil ontem, com o cancelamento do FP2 devido a uma falha de energia, os três pilotos da Repsol deram o máximo na sessão de treinos alargada da manhã. À tarde, com as temperaturas em pista 12 graus mais quentes, Stoner, Pedrosa e Dovizioso concentraram-se para uma meia hora final intensa de qualificação.

Apesar das cautelas na primeira volta com pneus moles, Stoner por pouco não conseguia evitar o choque com as barreiras de segurança. Pouco depois regressou à pista, já com a segunda mota, fixando um novo recorde de volta mais rápida, com 1m48,451s., quase cinco décimos mais rápido do que o anterior recorde que ele próprio tinha registado em 2010 de 1m48,942s. Esta é a sua nona pole da temporada e a segunda consecutiva no circuito de Aragón.

Ao seu lado estará o companheiro de equipa Dani Pedrosa, que fez a sua melhor volta em 1m48,747s. Pedrosa, que terminou na segunda posição do pódio em Misano há duas semanas, tentará manter o ritmo e fazer um forte final de época. Dovizioso, que irá partir da segunda linha da grelha, não conseguiu chegar ao seus companheiros de equipa, mas está confiante para a corrida e acredita que tem ritmo para disputar o pódio.

Amanhã, no circuito, as motas e pilotos da Repsol Honda irão surgir com um ‘look’ diferente, criado pelo designer espanhol David Delfin. O novo design foi inspirado dos super-heróis e no super-homem e dará à equipa uma imagem única para o Grande Prémio de Aragão, que se irá realizar a partir das 14h00 (hora local).

Casey Stoner:
"Foi uma sessão de qualificação cheia para nós! Tudo tem corrido muito bem este fim-de-semana, estamos a gostar da forma como a mota está e sinto-me muito bem. No final da sessão trocámos para os pneus moles e tive de ser muito cauteloso na primeira curva, porque não tinha a certeza se os pneus estavam suficientemente quentes. Depois arrisquei mais na segunda volta e estava com muito mais aderência do que estava à espera, por isso entrei depressa na curva, mas não consegui abrandar. Acabei por ter que levar a mota ao chão para evitar a parede. Infelizmente, não consegui voltar a pôr a mota a trabalhar e foi uma pena, mas mesmo com a segunda mota conseguimos melhorar os nossos tempos. Agora precisamos de ver como é que está o tempo amanhã, mas estamos a sentirmo-nos bem e estou à espera de uma boa corrida”.

Dani Pedrosa:
"Estou contente com a primeira linha da grelha. Fui até ao limite para conseguir uma boa posição e conseguimos, mas para ser sincero ainda temos de melhorar um pouco a afinação da mota, especialmente na frente. Não me sinto tão confortável como gostaria e estou a ter alguns problemas a travar. Nas corridas o Stoner é mais rápido do que nós, ele está a correr muito rápido, por isso penso que é ele que vai marcar o ritmo amanhã e nós teremos que nos manter por perto desde o início da corrida. Ainda não estou 100% certo acerca dos pneus, os pneus estão a ter muito desgaste no lado esquerdo. Em princípio o composto intermédio será o mais acertado, mas temos de esperar e ver como vai estar o tempo. Pode ser que consigamos encontrar uma solução diferente para a afinação esta tarde e eu consiga fazer uma boa corrida em frente aos fans espanhóis".

Andrea Dovizioso:
"Estou muito satisfeito com esta sessão de qualificação, estamos com um bom ritmo, mas o Casey é muito forte, parece imbatível. Vamos fazer o melhor que sabemos para melhorar a nossa posição no Campeonato e queremos lutar com o Dani e ganhar pontos ao Lorenzo. Durante a qualificação não fiz a volta mais rápida perfeita, mas partir da segunda linha da grelha não é mau. Vamos continuar a trabalhar na afinação, porque o maior problema continua a ser a escolha do pneu traseiro. A questão chave da corrida será os pneus, porque com estas temperaturas elevadas e este tipo de asfalto, os pneus sofrem muito. Penso que todos vamos correr com pneus duros. Em relação à corrida, espero fazer uma boa partida e manter o contacto com o grupo da frente”.

Comunicado de imprensa da Repsol Honda

Tags:
MotoGP, 2011, GRAN PREMIO DE ARAGÓN, Dani Pedrosa, Andrea Dovizioso, Casey Stoner, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›