Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Lorenzo pela primeira vez no pódio do Grande Prémio de Aragón

Lorenzo pela primeira vez no pódio do Grande Prémio de Aragón

O trabalho que o piloto da Yamaha Factory Racing Jorge Lorenzo fez durante o fim-de-semana deu hoje frutos, com o espanhol a conseguir pela primeira vez chegar ao pódio do Grande Prémio de Aragón, na terceira posição.

Depois de ter partido da quarta posição da grelha da partida, o Campeão do Mundo acabou por conseguir entrar no ritmo, aproximando-se gradualmente dos lugares da frente. Na volta 10, já tinha chegado perto do companheiro de equipa Ben Spies e de Marco Simoncelli, ultrapassando os dois e conseguindo chegar à terceira posição, lugar em que cruzou a linha da meta. Contudo, com este resultado, a diferença para o líder do Campeonato aumentou novamente, sendo agora de 44 pontos, quando faltam quatro corridas para o final da temporada.

O companheiro de equipa na Yamaha Factory Racing Spies fez provavelmente a sua melhor partida da temporada, ultrapassando tanto Stoner como Dani Pedrosa e indo para a liderança da corrida na primeira curva. Depois de ter caído para terceiro, o texano conseguiu inicialmente manter a distância para o quarto classificado, conseguindo registar a terceira volta mais rápida da corrida na volta quatro, com 1m49,593s. Contudo, uma saída de pista para a gravilha na sexta volta, acabou por afectar o ritmo de corrida. Foi ultrapassado pelo seu companheiro de equipa Lorenzo e, depois, por Simoncelli, caindo para a quinta posição. Com este resultado, Spies continua a manter a quinta posição no Campeonato, agora a 24 pontos de Pedrosa, que ocupa a quarta posição.

Jorge Lorenzo:
“Lutámos muito desde o início da corrida, perdendo posições e tivemos de recuperar passo a passo. Não conseguíamos ter mais do que o pódio, este é o melhor resultado que poderíamos alcançar hoje! Não tinha confiança na traseira da mota e é impossível apanhar o Dani Pedrosa nesta pista. É uma pena, mas pelo menos consegui o pódio, coisa que não consegui no ano passado. Ainda estamos a lutar pelo Campeonato e isso é o mais importante, ainda vamos para o Japão com a esperança viva".

Ben Spies:
“Eu sabia que a posição que tinha no início da corrida não ia durar muito da forma como o Casey e o Dani estavam a correr, mas sentia-me muito bem. Mesmo quando fomos para a quarta ou quinta volta pensava que a vantagem para o quarto classificado estava a aumentar. Sentia-me mesmo bem e pensava que podíamos lutar pelo pódio. Depois na sétima ou oitava volta, os pneus começaram a não estar bem. Não estava com confiança na traseira e não tinha aderência. Sinto-me frustrado, porque estávamos a correr bem e a mota estava a funcionar de forma espectacular”.

Massimo Meregalli - Director da Equipa:
“A baixa da temperatura esta tarde provavelmente comprometeu o trabalho que tínhamos feito esta manhã na afinação. O Ben de facto não podia ter feito mais, porque o pneu traseiro estava mesmo mal após umas voltas. O Jorge conseguiu o melhor resultado possível, penso que fizemos um bom trabalho e, em relação às classificações do Campeonato, o terceiro lugar ainda é um bom resultado. Claro que não facilita as coisas, mas vamos continuar a lutar até ao fim”

Comunicado de imprensa do Yamaha Factory Racing

Tags:
MotoGP, 2011, GRAN PREMIO DE ARAGÓN, Jorge Lorenzo, Ben Spies, Yamaha Factory Racing

Outras actualizações que o podem interessar ›