Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Pódio duplo para a Repsol Honda Team no dia da 100ª vitória

Pódio duplo para a Repsol Honda Team no dia da 100ª vitória

No Grande Prémio de Aragón Casey Stoner arrecadou a oitava vitória da temporada, oferecendo à equipa da Repsol Honda Team um histórico 100º triunfo.

Stoner não celebrou apenas o recorde da melhor pole position (1m48,451s) e a volta mais rápida (1m49,046s) no circuito de MotorLand, mas também ofereceu a 100ª vitória à Repsol Honda Team, desde que a parceria foi formada em 1995, quando o australiano Mick Doohan venceu a primeira equipa para a equipa da fábrica HRC.

Dani Pedrosa completou o pódio duplo, ao lado do seu companheiro, depois de ter garantido uma confortável distância para Jorge Lorenzo. Infelizmente, Andrea Dovizioso caiu na primeira volta e teve de abandonar a corrida.

O líder do Campeonato Stoner tem agora uma vantagem de 44 pontos para Lorenzo, que ocupa a segunda posição, com Dovizioso em terceiro e Pedrosa com o quatro lugar, a pouca distância do seu mais directo adversário.

O Campeonato segue agora para o Japão, para a jornada 15 em Motegi, no dia 02 de Outubro, com a HRC a fazer entrar Shinichi como wild card, enquanto Kosuke Akiyoshi irá correr ao lado de Toni Elias pela LCR, como forma de mostrar apoio à zona oriental do Japão.

Casey Stoner:
"Antes da corrida todos estávamos com alguns cuidados por causa do vento que estava no warm up, mas as condições acabaram por ser um pouco diferentes daquilo que experimentámos ao longo do fim-de-semana. Isto estava nas nossas cabeças, assim como aquecermos bem os pneus, para garantir que tudo estava bem no início da corrida. A nossa partida foi muito normal, passei para o lado esquerdo e consegui evitar bater no Dani, mas o Ben veio por fora e acabei por ficar na terceira ou quarta posição à entrada para a primeira curva. Mas, a partir dai consegui acalmar e sentia-me bem com a mota. Queria chegar à frente da corrida o mais depressa possível, a mota esteve perfeita este fim-de-semana, por isso tentei distanciar-me. O Dani continuou ao pé de mim nas primeira voltas, mas aos poucos consegui afastar-me e liderar a corrida. Penso que todos estávamos com problemas nos pneus, mas a mota estava fantástica e não me importo quando a mota desliza um pouco! Um grande, grande obrigado para toda a equipa e conseguir esta 100ª vitória para a Repsol Honda é algo de especial”.

Dani Pedrosa:
"Nos treinos já tínhamos visto que o Casey estava muito rápido aqui e ele é sempre assim na corrida. Eu estava a perder alguns décimos no primeiro sector e não estava a conseguir diminuir a diferença nas outras zonas do pista. Na segunda parte da corrida estava com falta de aderência, mas estava a divertir-me, mas foi uma pena não estar mais perto do Casey. Tive muitos problemas na traseira durante toda a corrida. A minha prioridade era controlar a distância para o Spies e o Jorge nas últimas voltas e conseguir outro pódio. Conseguimos o segundo lugar nas últimas três corridas, o que não é mau, mas queremos continuar a melhorar nas corridas que faltam".

Andrea Dovizioso:
“A mota fugiu-me na primeira curva à direita, todo o peso foi para a frente. Não consegui controlar a mota, penso que o pneu da frente ainda não estava na temperatura certa. É muito frustrante ver a nossa corrida acabar na segunda curva na primeira volta depois de todo o trabalho que fizemos durante o fim-de-semana. É uma pena., porque tínhamos ritmo para lutar pelo pódio e a equipa fez um bom trabalho. Deixar Aragón sem pontos também é mau para o Campeonato. Ainda estamos em terceiro, com uma vantagem de 15 pontos para o Dani, mas precisamos de regressar ao pódio e fazer bons resultados. O ano passado fizemos um grande final de temporada, especialmente no Japão e na Malásia, por isso estou ansioso pelo próximo Grande Prémio”.

Comunicado de imprensa da Repsol Honda

Tags:
MotoGP, 2011, GRAN PREMIO DE ARAGÓN, Casey Stoner, Andrea Dovizioso, Dani Pedrosa, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›