Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Simón teve alta do hospital

Julián Simón saiu do USP Hospital San José em Madrid esta Quinta-feira, depois de ter sido submetido a uma cirurgia que correu bem.

Na Segunda-feira, depois do grande prémio de Aragón, o piloto da equipa Mapfre Aspar foi operado pelo Dr. Angel Villamor no USP Hospital San José de Madrid, no sentido de remover as placas e parafusos que estavam a fixar fragmentos de osso fracturado, ao mesmo tempo que serviu para inserir uma nova mini placa de titânio num dos fragmentos que ainda não estava totalmente debelado.

Até à próxima Segunda-feira, altura em que visita novamente o Hospital, Simón deve descansar completamente de forma a evitar colocar pressão sobre a sua perna direita. Nessa altura, Simón será sujeito a uma avaliação que ditará se o piloto está em condições de começar a fisioterapia. O fisioterapeuta Luis Garcia irá trabalhar com Simón para acelerar a sua recuperação. Não obstante, o piloto deve descansar em absoluto e, assim, irá falhar a próxima ronda do Campeonato do Mundo, o Grande Prémio do Japão.

Julián Simón:

“A operação correu bem e a recuperação parece promissora. Estes três dias estive a antibióticos, com a perna levantada durante todo esse tempo, de forma a dar-lhe uma boa circulação e minimizar o desconforto. O que me dói agora não é tanto da operação, mas o ponto de impacto. Ainda assim, estou satisfeito que o Dr. Villamor tenha conseguir resolver as dores que tinha nas passadas semanas. Retiraram alguns parafusos e assim foi possível ver que ainda tinha uma pequena fractura. Com isso tratado, agora quero cumprir integralmente com o que o médico prescrever, de forma a recuperar o mais cedo possível.”

Tags:
Moto2, 2011, Julian Simon, Mapfre Aspar Team MotoGP

Outras actualizações que o podem interessar ›