Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Emoções de Moto2 continuam no Japão

Emoções de Moto2 continuam no Japão

Apenas seis pontos separam, neste momento, o líder do Campeonato Stefan Bradl do rival da corrida ao ceptro de 2011 Marc Márquez numa altura em que a luta ruma a Motegi.

Com apenas quatro jornadas ainda pela frente em 2011, a luta mais renhida das três categorias do Campeonato do Mundo, a de Moto2, promete oferecer mais uma emocionante jornada no Grande Prémio deste fim-de-semana.





Com a vitória em Aragón, a sétima da época no ano de estreia na Moto2, Marc Márquez reduziu a diferença para o líder do Campeonato Stefan Bradl no topo da classificação para apenas seis pontos. Motegi será o início de uma sequência muito preenchida de três corridas em quatro semanas e o duelo entre o germânico e o espanhol deverá chegar a um nível muito elevado pelo caminho.





Bradl, que sofreu um problema com a roda traseira em Aragón e que foi crucial para o oitavo posto em que terminou, vai tentar fazer frente à alarmante sequência de resultados de Márquez que levou o Campeão do Mundo de 125cc de 2010 a vencer seis das últimas sete corridas de Moto2. O piloto da Viessmann Kiefer Racing já não vence desde Silverstone, mas manteve a liderança com consistente conjunto de pódio, no entanto tem de voltar aos triunfos para conseguir travar o rival. Ambos contam já com vitórias em Motegi nas 125cc; Bradl em 2008 e Márquez no ano passado, o que traz ainda mais interesse à prova.





Além da animada luta a dois na frente, há mais uma grande luta a ter em atenção, com cinco pilotos em luta pelo terceiro posto no Campeonato. Andrea Iannone (Speed Master), Alex de Angelis (JiR Moto2), Simone Corsi (Ioda Racing Project), Bradley Smith (Tech 3 Racing) e Thomas Lüthi (Interwetten Paddock Moto2) têm todos a possibilidade de terminar em terceiro e vão dar tudo para impressionar nas últimas corridas do ano.

Actualmente em oitavo na classificação, Yuki Takahashi (Gresini Racing) vai estar totalmente preparado para forte prestação no GP em casa, enquanto britânico Scott Redding tentará converter a recente boa forma no primeiro pódio da temporada. O seu companheiro de equipa na Marc VDS Racing Mika Kallio conta com forte conjunto de resultados em Motegi, com três vitórias (duas nas 125cc e uma nas 250cc) e o finlandês adoraria reencontrar esse nível de forma enquanto busca o primeiro pódio de Moto2.

O turco Kenan Sofuoglu (Technomag-CIP) vai regressar depois de lesão, se bem que Julián Simón (Mapfre Aspar) não estará presente depois de mais uma operação à perna que lesionou em Junho.

Tomoyoshi Koyama, que rodou no lugar de Sofuoglu durante a ausência do turco em Misano e Aragón, vai rodar como wild card com a CIP sob as cores da TSR, e o antigo piloto do Campeonato do Mundo de 125cc Takaaki Nakagami vai rodar no lugar de Claudio Corti aos comandos da máquina da Italtrans STR neste GP.

Tags:
Moto2, 2011, GRAND PRIX OF JAPAN

Outras actualizações que o podem interessar ›