Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Bradl mais forte em dramática FP1 na Ilha

Bradl mais forte em dramática FP1 na Ilha

Segando Brald liderou o pelotão de Moto2 de início a fim até cair nos últimos segundos do treino. Enquanto isso, o líder do Campeonato Márquez foi ao chão duas vezes, com o último incidente a envolver outro piloto.

Actualmente na segunda posição do Campeonato depois do quarto posto de Motegi, o determinado Stefan Bradl (Viessmann Kiefer Racing) liderou a primeira sessão de livres de início a fim, rodando por entre o tráfego para terminar o treino com 1m34,039s.

O novo líder da geral desde a última jornada, Marc Márquez (Team CatalunyaCaixa Repsol), sofreu queda na relva na sua quarta volta e só conseguiu voltar ao trabalho nos últimos 60 segundos, altura em que embateu em Ratthapark Wilairot (Thai Honda Singha-SAG) com força.

O tempo de Bradl deixou-o com nove décimos de margem sobre o rival mais próximo, neste caso Alex de Angelis (JiR Moto2) com Mika Kallio (Marc VDS Racing) a levar a melhor sobre Claudio Corti (Italtrans Racing) por meros 0,007s para terminar em terceiro. Os dois foram os últimos a rodarem a menos de um segundo do germânico.

Mattia Pasini (Ioda Racing Project) foi quinto com 1m35,125s, à frente de Andrea Iannone (Speed Master) e Anthony West (MZ Racing). Scott Redding (Marc VDS Racing) seguiu-se em oitavo, enquanto Mike di Meglio (Tech 3 Racing) foi nono. Michele Pirro (Gresini Racing Moto2) completou a lista dos dez primeiros.

Outros incidentes ao longo da sessão incluíram Simone Corsi (Ioda Racing Project) e Yonny Hernández (Blusens-STX) a irem ao chão em quedas separadas a alta velocidade, mas ambos saíram ilesos dos contratempos. Xavier Simeon (Tech 3 B) fez longa incursão pela relva, mas conseguiu manter a moto em pé.

Tags:
Moto2, 2011, IVECO AUSTRALIAN GRAND PRIX, FP1

Outras actualizações que o podem interessar ›