Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Stefan Bradl – Campeão do Mundo de Moto2 de 2011

Stefan Bradl – Campeão do Mundo de Moto2 de 2011

Stefan Bradl foi confirmado como Campeão do Mundo de Moto2 na última jornada da época, em Valência, o que faz do jovem de 21 anos o primeiro germânico a conquistar um Campeonato do Mundo desde Dirk Raudies nas 125cc em 1993.

A conquista do que foi o primeiro seu primeiro título também fez de Bradl o mais jovem Campeão do Mundo alemão, culminando assim uma temporada onde os momentos de brilho do início da carreira se converteram na realidade mais desejada por todos os pilotos.

 

Com a primeira experiência nos Grandes Prémios a surgir nas 125cc em 2005, o filho do antigo vice-Campeão do Mundo de 250cc Helmut Bradl rodou como wild card em três jornadas antes de se estrear a tempo inteiro em 2006.

 

Essa primeira campanha foi encurtada com feia fractura na perna no final do warm up do GP da Malásia, quando Bradl foi tocado por outra moto, mas já tinha mostrado o bastante durante a temporada para garantir lugar numa Honda de fábrica de 125cc em 2007. Contudo, depois de ter testado pela equipa o jovem abandonou o projecto apontando motivos pessoais e optou por rodar no Campeonato de Espanha, que venceu. A prestação apresentada em Espanha levou a Blusens Aprilia a chamá-lo ao Campeonato do Mundo no mesmo ano como wild card, acabando depois por completar o resto da temporada com a formação espanhola.

 

Com a carreira aparentemente de novo no bom caminho, Bradl assinou pela Kiefer Racing para 2008 e teve um ano revelador, vencendo duas corridas, somando um total de seis pódios e terminando a temporada em quarto no Campeonato.

 

Muito se esperava de Bradl para 2009, ano em que se manteve com a Kiefer nas 125cc, mas a esperada luta pelo título não se materializou e terminou o ano em décimo da geral.

 

Com a introdução da nova categoria de Moto2 em 2010 Bradl e a Kiefer deram o salto para a categoria intermédia, mostrando-se promissor no início da época antes de terminar o ano de estreia das 600cc a 4 tempos com forte resultados, entre eles a vitória no Estoril.

 

Uma impressionante pré-época de preparação para 2011 fez com que muitos apontassem o germânico como sério candidato ao ceptro e a vitória desde a pole na primeira corrida do ano no Qatar confirmou as suas credenciais. Bradl partiu da pole nas primeiras cinco corridas da temporada, a primeira vez que tal aconteceu na categoria intermédia desde 2003, e somou quatro triunfos nas seis primeiras jornadas, o que lhe deu confortável vantagem no Campeonato.

 

O crescendo de forma do Campeão do Mundo de 125cc de 2010 e estreante da Moto2 Marc Márquez viu a luta pelo título converter-se num duelo a dois com o espanhol a começar a somar vitórias rapidamente, mas a consistência e sangue frio de Bradl garantiram a colecta regular de pontos – só por uma vez ficou fora dos pontos, em Assen devido a queda.

 

Bradl chegou à última ronda do ano com 23 pontos de vantagem sobre Márquez, depois deste ter falhado o GP da Malásia devido a lesão, e o alemão foi depois confirmado Campeão do Mundo após a desistência do rival espanhol na última jornada em Valência, o que colocou ponto final na conquista do primeiro Campeonato do Mundo após emocionante luta pelo coroa.

Tags:
Moto2, 2011, GRAN PREMIO GENERALI DE LA COMUNITAT VALENCIANA, Stefan Bradl, Viessmann Kiefer Racing

Outras actualizações que o podem interessar ›