Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Pedrosa lidera primeiro dia em Valência

Pedrosa lidera primeiro dia em Valência

O piloto da Repsol Honda foi o mais rápido no primeiro dos dois dias de Teste de MotoGP no traçado espanhol onde continuam os preparativos para 2012.

O Teste Oficial de MotoGP teve início esta terça-feira em Valência com vários pilotos a terem o primeiro contacto com as novas máquinas de 1000cc com que vão alinhar no Campeonato do Mundo de 2012.

Alguns dos nomes presentes já tinha rodado aos comandos dos protótipos ainda em desenvolvimento, pelo que foram muito mais rápidos a entrar no ritmo. A dupla da Repsol Honda, Dani Pedrosa e Casey Stoner, foi um desses exemplos, com os pilotos a voltarem a estabelecer contacto com a RC213V. A dupla ficou na frente da classificação, Pedrosa com 1m32,186s entre 40 voltas e Stoner com 1m32,322s em 42 passagens pela meta, obtendo assim ainda mais dados para a marca nipónica juntar aos que já tinha recolhido em Misano.

Ben Spies voltou aos comandos da Yamaha M1 de fábrica e ficou a pouco mais de um segundo de Pedrosa; o americano foi o único a rodar com a Yamaha de 2012 já que Jorge Lorenzo continua a recuperar da lesão no dedo. Spies, que no domingo terminou a corrida na segunda posição, efectuou 73 voltas ao longo do dia no que foi um programa muito preenchido e que resultou numa marca de 1m33,226s.

Cal Crutchlow e Andrea Dovizioso tiveram o primeiro contacto com a nova M1 e o alinhamento de 2012 da Monster Yamaha Tech 3 tirou o máximo partido do primeiro dia de trabalho efectuando 75 e 49 voltas, respectivamente. O italiano vei da Honda e passou algumas voltas a adaptar-se à M1 800cc antes de passar depois para a moto mais potente.

Valentino Rossi cumpriu quase todo o programa da Ducati com 70 voltas. O companheiro de equipa do italiano, Nicky Hayden, não foi capaz de rodar devido à lesão no pulso contraída na corrida de domingo, o que deixou Rossi com a responsabilidade de desenvolver a GP12, nomeadamente avaliando um chassis perimetral experimental em conjunto com o piloto de testes Franco Battaini. Héctor Barberá (Pramac Racing) e Karel Abraham (Cardion AB Motoracing) rodaram ambos com a GP12 pela primeira vez.

Houve também motos de 800cc em pista nesta terça-feira, com Randy de Puniet e o Campeão do Mundo de Moto2 Stefan Bradl a rodarem. De Puniet pilotou a Rizla Suzuki GSV-R enquanto trabalhou com a equipa para a ajudar a encontrar perspectiva alternativa em relação ao potencial da moto e efectuando 55 voltas durante a tarde com um tempo de 1m33,544s. Bradl rodou com a RC212V da LCR Honda no que foi o primeiro contacto com o MotoGP e efectuando 60 voltas.

A presença de motos CRT em pista também despertou interesse. Iván Silva rodou com o protótipo da Inmotec, com Carmelo Morales numa Suter com bloco BMW e sob as cores da Laglisse, enquanto Gianluca Nannelli e Federico Sandi partilharam as tarefas de testes da máquina da fábrica italiana Gapam.

Pode consultar os resultados completos de terça-feira aqui.

Tags:
MotoGP, 2011

Outras actualizações que o podem interessar ›