Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Honda assume o controlo do Teste de Sepang

Honda assume o controlo do Teste de Sepang

Os pilotos da Repsol Honda, Casey Stoner e Dani Pedrosa, encabeçaram a tabela de tempos a meio do primeiro dia de testes na Malásia, altura em que o mau tempo se abateu sobre o traçado e afectou a segunda metade desta terça-feira no Circuito Internacional de Sepang.

O primeiro dia do segundo teste de pré-época no circuito malaio terminou com Casey Stoner no topo da tabela de tempos. A melhor volta matinal do piloto da Repsol Honda foi de 2m01,761s, marca que se manteve inalterada durante o resto do dia dada a forte chuva que se fez senti a meio do dia e que afectou quase toda a sessão vespertina. Os pilotos comentaram que as elevadas temperaturas da pista (40ºC) e o piso escorregadio da manhã reduziram o ritmo em comparação com o primeiro ensaio de Sepang, há um mês.

Stoner terminou o seu dia ao cabo de apenas 16 voltas, enquanto Pedrosa se aventurou em pista depois do tempo ter aberto para continuar a busca de uma melhor posição na RC213V. O espanhol ficou contente por terminar o dia com melhoramentos que lhe permitiram incrementar o comportamento da mais pesada 1000cc em travagem.

Os pilotos da Yamaha Factory, Jorge Lorenzo e Ben Spies, concluíram o dia em terceiro e quarto, com Lorenzo a testar novo motor, se bem que o piso escorregadio da manhã e a chuva da tarde impossibilitaram a avaliação de todo o potencial do bloco propulsor.

Álvaro Bautista totalizou 24 voltas com uma marca de 2m02,959s, o que o deixou no quinto posto. O piloto da San Carlo Honda Gresini está a tirar partido do teste para trabalhar na posição de pilotagem e geometria enquanto continua a adaptação do seu estilo de pilotagem à máquina de 1000cc. O espanhol disse: “Penso que terei de sacrificar a velocidade em curva para ter mais tracção à saída.”

Regressado de uma operação há três semanas, Nicky Hayden terminou o dia em sexto com uma marca de 2m03,132s. O americano disse, através do Twitter, que, apesar de ainda não estar recuperado a 100%, se sente muito melhor que o esperado. Ele revelou ainda ao motogp.com que planeia trabalhar na melhoria do controlo de tracção através de pequenas alterações à moto, mas tal objectivo foi difícil de avaliar até ao momento devido às condições complicadas da pista.

Com água ainda em pista, o companheiro de equipa na Ducati Valentino Rossi foi o primeiro a regressar ao asfalto, rodando com pneus de chuva e dando continuidade ao trabalho com o pacote electrónico, tracção e aceleração à saída das curvas da GP12. O seu melhor registo, conseguido de manhã, foi de 2m03,245s, o que o colocou no oitavo posto.

Cal Crutchlow e Andrea Dovizioso, da Monster Yamaha Tech 3, concluíram o dia em sétimo e 11º, respectivamente. O italiano lutou com problemas nos travão traseiro enquanto tratou de dar continuidade aos ajustamentos da posição de pilotagem na Yamaha.

Héctor Barberá (Pramac Racing) e Stefan Bradl (LCR Honda) foram os nono e décimos do dia, com o estreante Bradl a sentir-se confiante com os progressos obtidos com a moto da categoria rainha enquanto continua o trabalho com a electrónica da Honda.

Colin Edwards (NGM Mobile Forward Racing) testou novo banco e novo chassis da Suter-BMW, completando o dia em 12º, à frente do piloto de testes da Ducati Franco Battaini e dos homens da Avintia Racing, Ivan Silva e Yonny Hernandez.

Karel Abraham (Cardion AB Motoracing) retirou-se do teste depois das dores provocadas pelas lesões no ombro direito e costas, resultantes da queda sofrida em Jerez na semana passada, se terem revelado demasiado fortes.

Pode ver os tempos do primeiro dia do Teste de Sepang aqui.

Tags:
MotoGP, 2012, Casey Stoner

Outras actualizações que o podem interessar ›