Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Spies mais rápido no chuvoso segundo dia de Sepang

Spies mais rápido no chuvoso segundo dia de Sepang

O dia dois do segundo Teste Oficial de MotoGP™ de 2012 no Circuito Internacional de Sepang terminou com Ben Spies no topo da tabela de tempos depois da chuva ter afectado o trabalho e dos pilotos Honda não terem rodado.

Spies, da Factory Yamaha Racing, encabeçou a tabela de tempos ainda de manhã, antes da chuva se ter abatido sobre o circuito malaio nesta quarta-feira e de ter interrompido os trabalhos de todos os pilotos.

Uma falha na RC213V de Dani Pedrosa durante o dia de ontem obrigou a HRC a impedir os seus quatro pilotos de rodarem hoje. O motor foi enviado para o Japão para análise ontem à noite, com a HRC a revelar depois que os resultados das análises foram positivos e que os pilotos Honda vão voltar à pista amanhã.

Apesar da chuva vários pilotos continuaram o teste, incluindo Jorge Lorenzo que no início do dia tinha assinado a segunda melhor volta com 2m01,293s. O piloto da Yamaha tirou depois partido das condições de chuva e disse: “Temos de melhorar a tracção à entrada em curva. O desenvolvimento do motor é bom e estamos a reduzir a diferença para a Honda. As modificações ao chassis também estão a funcionar bem.” Amanhã Lorenzo vai avaliar novo chassis, já que o Campeão do Mundo de 2010 está totalmente apostado em recuperar o ceptro.

O terceiro melhor foi Andrea Dovizioso, que optou por não rodar no molhado durante a tarde. O italiano ficou ainda assim contente com a nova afinação encontrada para a Tech 3 Yamaha que lhe permitiu uma posição de pilotagem mais eficiente. “Hoje foi o primeiro dia em que consegui rodar bem e numa posição confortável e estar a dois décimos da Yamaha oficial não é nada mau. Testei a nova especificação de motor e até ao momento tem sido positivo,” afiançou o italiano ao final do dia.

O companheiro de equipa de Dovizioso na Monster Yamaha Tech 3, Cal Crutchlow, terminou o dia a pouco mais de um décimo do transalpino, optando também por não rodar durante a tarde, tal como Héctor Barberá, que caiu com a sua Pramac Racing Ducati no molhado.

Valentino Rossi também optou por não rodar com a GP12 da Ducati Team à chuva; o italiano receou que o molhado pudesse afectar o desenvolvimento da moto, mas reconheceu que não havia nada que pudesse fazer. O companheiro de equipa Nicky Hayden fez algumas voltas quando a pista começou a secar ao final do dia, isto depois do piloto de testes Franco Battaini ter rodado com a montada do americano durante boa parte da tarde no molhado. Hayden relatou que amanhã vai continuar com algumas alterações à afinação em busca de melhor aderência.

Colin Edwards voltou a debater-se com problemas na ligação do acelerador e pensou que teria de ficar de fora durante a tarde, mas o texano acabou por somar mais sete voltas na sessão vespertina com a sua NGM Mobile Forward Racing. Enquanto isso, Ivan Silva e Yonny Hernandez deram continuidade ao trabalho durante a tarde molhada completando 39 e 26 voltas, respectivamente, seguindo com o desenvolvimento da sua Avintia Racing BQR-FTR.

Veja os resultados do segundo dia do Teste de Sepang aqui.

Tags:
MotoGP, 2012

Outras actualizações que o podem interessar ›