Compra de bilhetes
Compra de VideoPass

Dupla da Yamaha avalia M1 no molhado

Jorge Lorenzo e Ben Spies não conseguiram tirar partido da primeira parte do segundo dia do Teste de MotoGP™ em Jerez neste sábado, mas lograram efectuar valioso trabalho durante a tarde.

O segundo dos três dias do Teste de Jerez revelou-se frustrante para a Yamaha Factory Racing, com as condições de chuva e vento a reduzirem o tempo em pista. Os pilotos Jorge Lorenzo e Ben Spies viram-se forçados a não rodar até ao início da tarde, altura em que foram para a pista molhada. Com o vento a perder intensidade, os pilotos conseguiram tirar partido da chuva para avaliarem as afinações de chuva das suas YZR-M1 1000cc para o circuito de Jerez.

Ben Spies:
“Foi um dia complicado, mas foi assim para todos. Felizmente fizemos muito trabalho ontem, uma simulação e quase todas as afinações. Hoje testámos algumas coisas da afinação de chuva. Fiquei contente com isso, não fomos para a pista quando esta estava no seu melhor, mas estava molhada o bastante. Conforme o piso foi secando tivemos de esperar um pouco para testarmos uma coisa no seco. Sabemos o que temos de fazer amanhã, pelo que esperamos bom tempo.”

Jorge Lorenzo:
“Hoje começámos tarde por causa do tempo, pelo que só fizemos 25 a 30 voltas no molhado. Agora sabemos que a moto está a funcionar bem e é competitiva, ficámos em segundo no molhado, atrás do Dani, e depois ficou o Cal, a um segundo de distância. Ainda temos de trabalhar na electrónica porque não temos uma solução perfeita para o Qatar. Amanhã não teremos nada de novo, mas temos de decidir se desistimos de algumas peças, ou não.”

Comunicado de imprensa Yamaha Factory Racing

Tags:
MotoGP, 2012, Yamaha Factory Racing

Outras actualizações que o podem interessar ›