Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Dupla da Aspar abrem caminho em Jerez

Dupla da Aspar abrem caminho em Jerez

Randy de Puniet e Aleix Espargaró levaram a cabo muito trabalho no último Teste de pré-época para terminarem os preparativos das CRTs Aprilia.

A pré-época do Campeonato do Mundo de MotoGP de 2012 terminou oficialmente no domingo, com as últimas centenas de voltas de preparação a terem lugar no traçado andaluz

A Power Electronics Aspar Team mostrou capacidade de reacção, com ambos os pilotos a começarem a manhã de domingo com problemas de aderência frontal. Randy de Puniet e Aleix Espargaró trabalharam contra o relógio ao longo do dia para melhorarem as suas afinações de suspensão e chassis, mas com particular atenção nos pneus enquanto tentavam melhorar a velocidade em curva. Tiradas curtas de cinco ou sete voltas deram-lhes a oportunidade de avaliar uma série de combinação e começaram a encontrar soluções no início da tarde. A dupla voltou a ser a mais rápida entre as novas CRT do MotoGP, o que é muito motivador para a histórica primeira corrida com as suas motos ART no Qatar.

Randy de Puniet:
“Lutámos muito esta manhã com a aderência frontal e tivemos de trabalhar muito para resolver o problema, foram quase três horas. No final rodámos com um pneu que tínhamos testado na sexta-feira e fez uma grande diferença. Tirando o contratempo da manhã, estou satisfeito com o teste, fomos rápidos e estamos na frente das CRTs. não muito longe dos pilotos oficiais. O nosso ritmo é bom e penso que estamos prontos para o início da época. Estou mesmo contente com o potencial da moto e creio que podemos apresentar prestação de alto nível esta temporada. É consistente e já está pronta para a distância da corrida. Caí ao final do dia, talvez por puxar demais com um frontal usado, mas felizmente foi mesmo devagar.”

Aleix Espargaró:
“Tivemos muitas vibrações hoje, não sei porquê, mas lutei para entrar no ritmo esta manhã. Melhorámos muito com o novo Bridgestone, mas não o bastante, pelo que temos de continuar a trabalhar. Preciso de mais confiança à entrada em curva. Aos poucos consegui apresentar bom ritmo com o novo pneu, mas temos de encontrar melhor solução para melhorar a velocidade a meio da curva. Trabalhámos muito no chassis e suspensão e melhorámos as minhas sensações gerais, pelo que temos de continuar a trabalhar na mesma linha no Qatar. O lado bom foi ter estado entre os mais rápidos das CRTs, mas só temos de olhar para o meu companheiro de equipa Randy para vermos que ainda posso ser mais rápido.”

Comunicado de imprensa Team Aspar

Tags:
MotoGP, 2012, Power Electronics Aspar

Outras actualizações que o podem interessar ›