Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Sorrisos por toda a box da Tech 3

Sorrisos por toda a box da Tech 3

Cal Crutchlow e Andrea Dovizioso ficaram ambos muito contentes com a forma como terminaram o Teste de Jerez.

Cal Crutchlow e Andrea Dovizioso lograram positivo final do programa de testes de Inverno em Jerez neste domingo e os homens da Monster Yamaha Tech 3 vão para a primeira corrida do Campeonato do Mundo de MotoGP de 2012 com espírito confiante.

O britânico Crutchlow voltou a apresentar-se a excelente nível ao assinar o quinto melhor tempo depois de ter completado umas incríveis 83 voltas. Depois do sábado ter sido afectado por chuva e vento forte, Crutchlow conseguiu avaliar as melhorias da electrónica da Yamaha e dois pneus frontais da Bridgestone sob condições climatéricas mais favoráveis neste último dia de trabalho e logrou um tempo de 1m39,613s.

O antigo Campeão do Mundo de Supersport voltou a ser o melhor entre os pilotos privados e o seu encorajador e consistente ritmo deixou-o a menos de 0,1s de Ben Spies da Yamaha Factory Racing Team.

O sol de domingo permitiu a Dovizioso levar a cabo extenso programa de testes e ajudou-o a dar continuidade à adaptação do seu estilo de pilotagem à Yamaha. O italiano concentrou-se em melhorar a estabilidade em aceleração e terminou em sétimo da geral com uma marca de 1m39,860s, o que o deixou a menos de 0,2s dos seis primeiros.

Cal Crutchlow:
“Estou mesmo contente por ter terminado deste teste nos cinco primeiros com um ritmo muito rápido porque trabalhámos muito. Hoje só useis três conjuntos de pneus nas 83 voltas e mesmo assim fui rápido e consistente durante todo o dia, o que mostra que estamos a conseguir boa durabilidade das opções macia e dura. A diferente afinação da electrónica também ajudou na aceleração, pelo que foi um dia muito produtivo e positivo depois da chuva ter estragado o sábado. O lado bom é sabermos que a moto funciona muito bem em pistas totalmente diferentes. Os testes em Sepang foram cruciais, mas precisávamos de uma pista totalmente diferente, como Jerez, para compreender se a moto tem um boa base para uma pista mais curta e apertada. A Yamaha fez um grande trabalho porque a YZR-M1 funciona muito bem. Terminar atrás do Stoner, Lorenzo, Pedrosa e Spies é claramente muito bom para a minha confiança e agora estou desejoso por ir para o Qatar correr. Sinto-me pronto e muito melhor preparado que no ano passado.”

Andrea Dovizioso:
“Estou mesmo contente com o trabalho feito este domingo; obrigado à minha equipa da Tech 3, que trabalhou de forma incrivelmente dura. Após as dores de estômago do primeiro dia e da chuva de sábado precisava mesmo de fazer o maior número possível de voltas para compreender o potencial da Yamaha numa pista totalmente diferente de Sepang. Fizemos muito bom trabalho na estabilização da moto à saída das curvas e isto é muito importante numa pista lenta como a de Jerez. Podemos ter muitas escorregadelas e cavalinhos à saída, mas melhorámos muito nesta área. Penso que podia ter sido ainda mais rápido, mas só usei o pneu macio traseiro nos últimos 30 minutos, com mais tempo estou certo que teria terminado nos seis primeiros. Estou convencido que estaremos rápidos e competitivos, mas os quatro do topo da tabela estão mesmo muito fortes. Eles estão rápidos e consistentes, pelo que não será fácil acompanhá-los. Mas vou dar o máximo para começar a nova época da melhor forma possível.”

Comunicado de imprensa Monster Yamaha Tech 3

Tags:
MotoGP, 2012, Cal Crutchlow, Andrea Dovizioso, Monster Yamaha Tech 3

Outras actualizações que o podem interessar ›