Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Chuva afecta teste da Ducati em Mugello

O teste da Ducati em Mugello foi afectado pelo tempo, forçando Nicky Hayden e o piloto de testes oficial Franco Battaini a passarem mais tempo na garagem que na pista.

As condições alternaram entre céu limpo e chuva forte durante os três dias, mas ambos pilotos conseguiram, ainda assim, tirar o melhor partido possível do ensaio ao testarem as afinações de seco e molhado.

“Viemos para aqui com o objectivo de recuperar o tempo perdido devido a ter falhado teste de Valência e a ter rodado pouco nos testes da Malásia e de Jerez, mas foi quase em vão,” disse Hayden. “É uma pena porque a Ducati deu-me a oportunidade de vir aqui rodar com uma GP12 com especificação de corrida em conjunto com toda a minha equipa. Ontem fomos duas vezes para a pista com slicks e também rodámos um pouco no molhado, mas hoje as condições foram de chuva, frio e vento, totalmente impossível de rodar. Com duas corridas consecutivas pela frente não havia muito a ganhar ao correr riscos no molhado. Ao longo da minha carreira aprendi que não se pode controlar o tempo, pelo que não vale a pena queixar-me. Vamos agora olhar para a corrida de Jerez.”

“Tivemos condições muito instáveis em Mugello,” disse o Director Geral da Ducati Corse Filippo Preziosi. “Tentámos optimizar o trabalho fazendo alguns testes de afinação com o Nicky, incluindo alguns testes na chuva, dado ele ter rodado tão pouco nos dois primeiros testes de Inverno. Com o Franco, em particular no primeiro dia em que o tempo esteve melhor, começámos a testar algumas coisas que nos vão ser úteis para as melhorias que vamos apresentar ao Vale e ao Nicky para avaliarem no teste pós-corrida do Estoril. Espero mesmo que tenhamos bom tempo em Portugal!”

Comunicado de imprensa Ducati Team

Tags:
MotoGP, 2012, Nicky Hayden, Ducati Team

Outras actualizações que o podem interessar ›