Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Grande Prémio de Jerez começa molhado

Grande Prémio de Jerez começa molhado

O Grande Prémio bwin de Espanha teve início esta sexta-feira em Jerez sob condições climatéricas mistas, revelando-se uma experiência frustrante. Lorenzo garantiu a quarta marca, enquanto Spies fechou a lista dos dez primeiros.

A maior parte dos pilotos de MotoGP™ viu-se forçada a não alinhar na sessão matinal devido às condições da pista, que não estava totalmente molhada, nem seca, não permitindo desta forma a importante recolha e avaliação de dados para as afinações.

A segunda sessão, durante a tarde, não foi melhor, começando molhada, mas acabando depois por secar de forma gradual ao longo dos 45 minutos de trabalho.

O líder do Campeonato Jorge Lorenzo passou a tarde em busca de aderência traseira extra, já que os pneus de chuva se degradaram depressa enquanto a pista secava. Já o companheiro de equipa na Yamaha Factory Racing, Ben Spies, concentrou-se na busca de boa afinação para os pneus durante a primeira metade da sessão, levando também a cabo alguns acertos para conseguir uma boa prestação.

Jorge Lorenzo, 4º lugar, 1m51,873s, 13 voltas
“Esta manhã não conseguimos treinar e de tarde esteve molhado, só no final é que começou a chover. Nestas condições não estamos muito bem porque o meio do pneu está a perder muito, após oito ou dez voltas não temos mais aderência, pelo que temos de baixar o ritmo. Temos de trabalhar nisso para domingo caso as condições se mantenham as mesmas de hoje. Se chover, com muita água, então a história é outra, mas se estiver como hoje não seremos os mais rápidos, o que nos obriga a ganhar alguma aderência traseira.”

Ben Spies, 10º lugar, 1m53,409s, 18 voltas
“Hoje foi bom, começámos com pista molhada e trabalhámos com algumas pressões de pneus durante algum tempo. Resolvemos isso e fizemos algumas alterações à moto para ver onde me sentia mais confortável. Por essa altura os pneus já estavam muito maus; os tempos começaram a cair e começámos a ficar mais lentos, mas mesmo assim consistentemente rápidos como os demais. Estou desejoso por amanhã para ver o que podemos fazer.”

Wilco Zeelenburg, Director Desportivo
“Foi um primeiro dia estranho em Jerez, esta manhã não treinámos e de tarde tivemos um treino estranho, não estava totalmente molhado e começou a secar no final, o que estragou os pneus. É difícil dizer se aprendemos muito, temos de esperar por amanhã e esperar por uma sessão totalmente molhada, ou totalmente seca. Hoje esteve no meio, não diria inútil, mas claramente desnecessário.”

Comunicado de imprensa Yamaha Factory Racing.

Tags:
MotoGP, 2012, GRAN PREMIO bwin DE ESPANA, FP2, Ben Spies, Jorge Lorenzo, Yamaha Factory Racing

Outras actualizações que o podem interessar ›