Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Viñales vence dura batalha em Silverstone

Viñales vence dura batalha em Silverstone

Maverick Viñales, da Blusens Avintia, conquistou suada vitória de Moto3™ no Hertz Grande Prémio de Inglaterra este domingo em Silverstone, à frente de Luis Salóm e de Sandro Cortese.

Com as melhores condições de todo o fim-de-semana, os homens de Moto3™ fizeram-se à pista com o piloto da Caretta Technology Alexis Masbou a levar a melhor sobre Efrén Vázquez, da JHK T-Shirt Laglisse logo na partida. Contudo, o grupo constituído por Maverick Viñales, da Blusens Avintia, Luis Salóm, da RW Racing GP, Sandro Cortese, da Red Bull KTM Ajo, Louis Rossi, da Racing Team Germany, e Romano Fenati, da Team Italia FMI, cedo tomou a dianteira da prova.

O companheiro de equipa de Masbou, Jack Miller, caiu logo na primeira volta, enquanto o piloto da Estrella Galicia 0,0 Alex Rins foi ao asfalto quando faltavam 16 voltas para o final. Miller fracturou a clavícula e Rins fez uma fractura no segundo metacarpo do mão esquerda e uma fractura no segundo dedo da mão direita. Entretanto, o grupo da frente era liderado ora por Viñales, Salóm ou Vásquez, enquanto Cortese e Rossi perseguiam de perto o trio.

Quando faltavam 13 voltas para o final, o piloto da IodaRacing Team Jonas Folger viu a sua corrida terminar, enquanto o wildcard britânico John McPhee, da Racing Steps Foundation KRP, caia, embora tivesse conseguido permanecer em prova. Ao mesmo tempo, o companheiro de Cortese Danny Kent e o homem da AirAsia-SIC-Ajo Zulfahmi Khairuddin fechavam o grupo da frente, liderado por Salóm, Viñales e Rossi.

A oito voltas do fim, o homem da Red Bull Arthur Sissis e o companheiro de Miguel Oliveira, Rins, aproximaram-se do grupo da frente, criando um pelotão de 11 pilotos em luta pelas posições da frente. Na mesma volta, Giulian Pedone teve um problema e acabou por abandonar a tirada de forma prematura.

Duas voltas mais tarde, Viñales tentou travar o ritmo, mas sempre com Salóm e Cortese por perto. Entretanto, o piloto caseiro da Mahindra Racing Danny Webb foi obrigado a abandonar a corrida. Quando faltavam duas voltas para o final Viñales defendia a liderança da corrida, com Salóm e Cortese mesmo atrás, enquanto Masbou encabeçava o grupo mais atrasado, na companhia de Kent, Rossi e Vázquez.

A emoção não acabou na última volta, com Cortese a apanhar Salóm, que tinha estado em luta com Viñales, na segunda posição. Contudo, Salóm não desistiu de lutar até ao fim, acabando por conseguir recuperar o intermédio do pódio. Para o vencedor da corrida de Le-Mans, Rossi, o final foi dramático, pois perdeu a frente da mota nas últimas curvas, acabando por não chegar a cruzar a meta.

A corrida terminou com Viñales a cruzar a linha da meta na frente, conquistando a terceira vitória da temporada e a liderança do Campeonato, à frente de Salóm e de Cortese, que completaram o pódio. Masbou ficou com o quarto posto, seguido de Vázquez, Kent, Fenati, Sissis, Khairuddin e Miguel Oliveira, que fechou a lista dos dez primeiros.

Tags:
Moto3, 2012, HERTZ BRITISH GRAND PRIX, RAC

Outras actualizações que o podem interessar ›