Compra de bilhetes
Compra de VideoPass

Spies termina em quarta com Lorenzo a ser colocado for a no Dutch TT

Ben Spies, da Yamaha Factory Racing, conquistou hoje o quarto posto em dura corrida no Assen TT, a mesma em que Lorenzo foi colocado fora na primeira curva.

O texano fez forte partida e rodou em terceiro, atrás de Casey Stoner e Dani Pedrosa durante a maior parte da corrida. Uma breve batalha viu-o levar a melhor sobre o perseguidor Andrea Dovizioso e ele estava mesmo a dilatar a vantagem, mas foi surpreendido por sério e repentino problema de pneus. Em resultado disto o seu ritmo ficou comprometido, o que permitiu a Dovizioso passar e relega-lo para quarto.

O companheiro de equipa, Jorge Lorenzo, viu a visita ao Assen TT terminar em desastre na primeira curva. O líder do Campeonato foi colocado fora por um demasiado optimista Álvaro Bautista, que entrou demasiado rápido e acabou por fazer com que ambos ficassem fora de prova.

Ben Spies

“A moto hoje estava boa, lutei com alguma falta de aderência no início, mas contornei o problema. Consegui ficar à frente do Dovi e rodar ao meu ritmo, depois, a sete ou oito voltas do final, quando estava a tentar isolar-me, saltou um bocado do meu pneu e ainda um outro; não havia nada que pudesse fazer. Esperava que o Dovi me passasse porque estava preocupado com a possibilidade do pneu rebentar e não queria cair mesmo à frente dele. Cometemos alguns erros no início do ano, mas os dois últimos fins-de-semana tivemos moto para estar no pódio, mas houve problemas que o impediram. A moto e a equipa estão a trabalhar muito bem e sinto-me mesmo confortável com ela, pelo que foi uma desilusão.”

Jorge Lorenzo

“Bem, hoje foi um desastre complete, a manobra do Álvaro foi a loucura completa. Falei com ele depois do incidente, ele pediu desculpas e apertámos as mãos, mas na minha opinião isto não chega para justificar o acidente. Quando cometi um erro no Japão em 2005 fui penalizado com uma corrida. A Direcção de Corrida disse-me que ele vai partir da última posição da grelha em Sachsenring, mas isto não é nada. Esperamos ter sorte no futuro para que nada aconteça, mas se os pilotos não forem penalizados como deve ser, continuarão a cometer loucuras como as de hoje. Tenho uma grande nódoa negra na perna, um grande impacto, mas não aconteceu nada de sério. Felizmente para nós tínhamos 25 pontos de vantagem, ou agora estaríamos muito atrasados. Agora voltámos à estaca zero com o Casey, pelo que temos de começar de novo; o Campeonato é longo, veremos o que vai acontecer.”

Comunicado de imprensa Yamaha Factory Racing.

Tags:
MotoGP, 2012, Jorge Lorenzo, Ben Spies, Yamaha Factory Racing

Outras actualizações que o podem interessar ›