Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Pódio para Dovizioso em Assen

Pódio para Dovizioso em Assen

A Monster Yamaha Tech 3 Team celebrou mais um fantástico pódio no histórico traçado holandês esta tarde depois de Andrea Doviziso ter disparado para o terceiro posto perante mais de 90.000 espectadores.

O italiano reclamou o segundo pódio nas últimas três corridas depois de ter levado a melhor na emocionante batalha com o americano Bem Spies na última volta. Dovizioso esperou até à última volta para atacar o texano com uma ultrapassagem clínica que lhe garantiu o terceiro posto pela segunda vez no Campeonato do Mundo de 2012.

Cal Crutchlow apresentou mais uma heroica prestação ao terminar as 26 voltas em quinto; o britânico rodou além das dores provocadas pela fractura no tornozelo contraída na queda nos treinos de Silverstone e batalhou desde a última posição. O jovem de 26 anos teve a sorte de falhar o incidente da primeira volta entre Jorge Lorenzo e Álvaro Bautista, mas viu-se forçado a incursão por fora da pista.

Andrea Dovizioso

“Para nós, terminar no pódio é como uma vitória e hoje foi mais um grande dia para mim e para a Monster Yamaha Tech 3. Este pódio é fantástico porque nunca me senti muito bem nesta pista, mas com a Yamaha YZR-M1 senti-me muito mais confortável. Quero dar um grande muito obrigado à minha equipa porque, uma vez mais, fizeram um trabalho fantástico. Trabalhámos muito para estarmos competitivos para a corrida e esta estratégia resultou mesmo porque nas últimas quatro corridas tenho lutado pelo pódio.”

Cal Crutchlow

“Fiquei outra vez a pensar no que podia ter sido porque sem o incidente na primeira curva tinha ritmo para estar de novo no pódio hoje. Na verdade, tive sorte ao evitar ser apanhado pelo Álvaro e pelo Jorge, mas ainda tive de ir para fora de pista e caí para último. Estou contente por o Jorge não se ter magoado porque o trabalho que ele tem feito pela Yamaha este ano tem sido incrível e não merecia o que aconteceu hoje. O Álvaro estava demasiado rápido e sei que não o fez com intensão, mas há que tem sensibilidade quando se trava a alta velocidade para a primeira curva daquela forma. Não há dúvidas que devia ter estado na luta com o Andrea e o Bem. Com o meu tornozelo a causar-me ainda muitas dores e vindo de último para quinto não posso estar desapontado e saio daqui ainda em quarto no Campeonato do Mundo, o que é muito importante.”

Comunicado de imprensa Monster Yamaha Tech 3.

Tags:
MotoGP, 2012, IVECO TT ASSEN, Cal Crutchlow, Andrea Dovizioso, Monster Yamaha Tech 3

Outras actualizações que o podem interessar ›