Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Lorenzo e Stoner empatados à chegada do MotoGP™ à Alemanha

Lorenzo e Stoner empatados à chegada do MotoGP™ à Alemanha

Com o acentar do pó após o atribulado e acidentado Grande Prémio da Holanda, o pelotão do MotoGP™ teve apenas alguns dias de descanso para cruzar a fronteira para o eni Motorrad Grande Prémio da Alemanha, em Sachsenring, para mais uma jornada do Campeonato.

Após a desistência de Jorge Lorenzo, da Yamaha Racing Factory, em Assen por ter sido colocado fora da corrida por Álvaro Bautista, da San Carlo Honda Gresini, e da vitória de Casey Stoner (Repsol Honda Team), o espanhol e o australiano estão empatados com 140 pontos. Contudo, a liderança da classificação está a cargo de Lorenzo por ter mais vitórias. Sachsenring reveste-se assim de mais interesse com os dois pilotos apostados em levarem a melhor um sobre o outro. No ano passado foi Lorenzo quem bateu Stoner ao terminar em segundo enquanto o companheiro de equipa do australiano, Dani Pedrosa, assinou a quinta vitória na pista.

Pedrosa, que venceu nas duas últimas visitas ao traçado, esperará inverter a sorte da época e somar o primeiro triunfo de 2012 para apanhar a dupla de líderes. Atrás dele, a dupla da Monster Yamaha Tech 3, composta por Cal Crutchlow e Andrea Dovizioso, está separada por apensa um ponto, com os companheiros de equipa a darem continuidade à luta interna. Dovizioso deverá estar cheio de confiança depois de ter conquistado o segundo pódio da temporada, enquanto Crutchlow vai tentar rodar ao ritmo máximo apesar da fractura no tornozelo.

As Honda satélite vão tentar ultrapassar um fim-de-semana desastroso, com Stefan Bradl (LCR Honda MotoGP) apostado em impressionar peranto o público da casa depois da queda em Assen. Bautista, que foi penalizado após o acidente com Lorenzo e vai ter de partir da última posição da grelha, vai certamente estar totalmente concentrado e reatar o trabalho onde terminou em Silverstone.

Nicky Hayden e Valentino Rossi, da Ducati Team, continua a lutar com a Desmosedici e a tentar ultrapassar os problemas de rápida degradação dos pneus. A formação italiana deverá, contudo, estar contente depois do ritmo apresentado por Hayden na última jornada e esperará que os pneus durem a distância da corrida na Alemanha. Héctor Barberá, da Prama Racing Team, vai rodar com a sua máquina satélite ao lado do piloto de Testes Oficial da Ducati Franco Battaini, que substitui o lesionado Karel Abraham, da Cardion AB Racing, que ainda se está a debater com a séria lesão contraída na mão há umas semanas.

A grelha das CRT deverá estar também desejosa por ir para o sinuoso e apertado traçado de Sachsenring, um dos mais lentos do calendário do MotoGP. Com a velocidade a ser um dos seus principais problemas, muitos deverão acreditar que podem reduzir um pouco a diferença para os protótipos. A dupla da Power Electronics Aspar, Aleix Espargaró e Randy de Puniet, continua a liderar o grupo das CRT, mas Michele Pirro (San Carlo Honda Gresini) e Mattia Pasini (Speed Master) não estão muito longe. Eles vão ainda contar com a presença em pista de Danilo Petrucci (Came IodaRacing Project), James Ellison (Paul Bird Motorsport), Colin Edwards (NGM Mobile Forward Racing) e Yonny Hérnandez e Iván Silva, da Avintia Blusens.

Tags:
MotoGP, 2012, eni MOTORRAD GRAND PRIX DEUTSCHLAND

Outras actualizações que o podem interessar ›